Como diminuir a queda de pelo dos cães

A queda de pelos pode ter motivações simples ou complexas: desde troca de pelos até uma hipersensibilidade alimentar

Antes de saber como diminuir a queda de pelo dos cães, é necessário saber qual problema está provocando essa perda. Isso porque, o tratamento para esse problema enfrentado por muitos tutores vai depender das suas possíveis causas.

De acordo com o veterinário especializado em dermatologia canina da Planet Pet, Rafael Luiz, a pelagem dos cães pode cair por diferentes razões. Segundo o profissional,a queda de pelos pode ter motivações simples ou complexas.

Por exemplo, as falhas no pelo do cachorro podem surgir por um simples processo de troca de pelagem. Enquanto que em outras situações, a queda de pelo de algumas raças é o resultado de uma hipersensibilidade alimentar. Mas, independentemente da razão, o que muitos tutores querem saber é: Como diminuir a queda de pelos?

Pensando em como responder esse questionamento, pedimos a ajuda do dermatologista veterinário Rafael Luiz. Além de explicar as possíveis causas do problema, o especialista comenta sobre quais são os melhores remédios para conter a queda, como ração, vitamina, complementos ou até mesmo o uso de shampoo.

Como diminuir a queda de pelo do cachorro?

Para conseguir diminuir a alopécia em cães é preciso tomar cuidados básicos como a escovação dos pelos por no mínimo duas vezes na semana. É importante também uma frequência de banhos semanais ou quinzenais, sempre fazendo uso de shampoos e condicionadores próprios para cães, como indica o veterinário Rafael.

Veterinária examinando cachorro

Escovar a pelagem do cão e dar banhos semanais podem diminuir a queda do pelo (Foto: depositphotos)

Outra preocupação fundamental é com a alimentação. Esta deve ser adequada e balanceada, sempre levando em consideração as necessidades nutricionais do pet. Para isso, um veterinário deve ser consultado.

Todas essas medidas devem ser suficientes para manter o cachorro com o pelo bonito e saudável. Mas se mesmo com esses cuidados básicos, o cão ainda está soltando muitos pelos, é necessário a ajuda veterinária. Isso porque, existem outras razões que podem provocar a queda excessiva da pelagem.

Veja também: Queda dos pelos dos cachorros: causas e tratamentos

‘Por que meu cachorro está soltando muito pelo?’

Como já visto, a queda de pelo pode estar relacionada à causas complexas ou a processos simples. No entanto, se ela está fugindo do seu controle é necessário buscar ajuda veterinária para entender o que está acontecendo com o animal e assim buscar a melhor saída. De acordo com o veterinário Rafael Luiz, existem algumas justificativas para esse problema, confira:

Troca de pelos

A causa mais simples para explicar uma queda de pelos em cães é a famosa muda. “A troca de pelos é um processo natural em todos os cães, independentemente da raça”, explica o veterinário Rafael. Além disso, ele esclarece que a quantidade de pelo que o animal possui não interfere na queda em si.

Cão sendo escovado pelo tutor

Também chamada de muda, a troca de pelos é um processo natural nos cães (Foto: depositphotos)

Em outras palavras, cães de pelo curto perdem tanto pelo quanto os de pelagem longa. “Ela [troca de pelos] também sofre influência das estações climáticas. Em países que possuem as estações definidas há uma maior incidência na primavera e no outono, assim como ocorre nas árvores. No Brasil, por não termos as estações tão bem definidas, observamos em qualquer época do ano”, complementa.

Ainda segundo o dermatologista de animais, o pelo dos cães cresce em média 0,8 centímetros ao mês. Isso significa dizer que os cães de pelo curto perdem mais rapidamente os seus fios e ganham novos na mesma velocidade. Nesses casos, escovações diárias diminuem o problema da queda.

Presença de ectoparasitas

Para quem não sabe, ectoparasitas são espécies aproveitadoras que vivem na parte externa do corpo dos cães. Pulgas, carrapatos e piolhos são alguns exemplos clássicos. E eles também são responsáveis pela queda de pelo.

Cachorro se coçando na grama

Os cães perdem pelo ao se coçarem na tentativa de expulsar os ectoparasitas (Foto: depositphotos)

Enquanto alguns deles se alimentam da queratina do pelo, deixando-o enfraquecido e promovendo à queda. “Outros atingem à pele causando inflamações e irritabilidade ao animal, que ao tentar aliviar acabam arrancando os próprios pelos”, alerta Rafael Luiz.

Hipersensibilidade alimentar

Ao contrário do que muitos pensam, cães não possuem alergia aos alimentos. “O termo alergia refere-se a um processo semelhante à uma picada de abelha, ou quando um humano come camarão e desencadeia um processo alérgico”, diferencia o veterinário.

Cão triste com a cabeça apoiada no pote de ração

A queda devido à hipersensibilidade alimentar é lenta e uniforme (Foto: depositphotos)

No entanto, no caso dos cães, eles podem apresentar hipersensibilidade alimentar. Essa situação ocorre quando o organismo canino reage excessivamente contra um certo ingrediente presente em algum tipo de alimento. Muitos são os sintomas, entre eles a perda de pelo que pode ser lenta e uniforme.

Veja também: Importância da alimentação balanceada para cães

Dermatites

A queda de pelos “em 90% dos casos é devido à presença de dermatites, seja por causas alimentares, presença de fungos ou bactérias. Raramente será por stress, como a grande maioria pensa”, informa o dermatologista Rafael Luiz.

Queda de pelo na pata traseira do cão

As dermatites raramente são causadas por stress ou ansiedade (Foto: depositphotos)

Remédio para queda de pelo de cachorro

Assim como já foi mencionado anteriormente, o tratamento a ser seguido e o tipo de remédio para resolver esse problema vão depender da causa. Mas claro, todas essas informações só podem ser repassadas por um veterinário após a avaliação do paciente e da observação dos resultados de exames laboratoriais.

Ainda segundo Rafael, os métodos para tratar vão “desde suplementos até a utilização de antibióticos, antifúngicos e reposições hormonais.” Assim, entre os possíveis remédios para diminuir a queda de pelo dos cães estão:

Antifúngicos

Esse tipo de medicamento é usado para eliminar doenças causadas por fungos. Entre os micro-organismos mais comuns estão: Mycrosporum canis, Mycrosporum gypseum e Tricophyton mentagrophites. E são eles os responsáveis pela ocorrência de micoses no cão.

Por isso, se o fungo causador do problema não for eliminado, os cachorros podem se coçar bastante. Mas é nessa tentativa de alívio que os animais podem fazer ferimentos na pele e arrancar cada vez mais os pelos.

Reposições nutricionais

A reposição nutricional é necessária, pois os parasitas se aproveitam de animais debilitados. Carrapatos e pulgas, por exemplo, podem se instalar nos pets já fracos e debilitar ainda mais o sistema imunológico desses cães. Nesses casos, vitaminas são receitadas pelos veterinários assim como ração de alta qualidade.

Antibióticos

Enquanto o antifúngico elimina os fungos, os antibióticos são necessários para acabar com as bactérias causadoras de doenças nos animais. No entanto, só devem ser comprados após a orientação médica. Isso porque, apenas o veterinário está apto para escolher o melhor tipo de antibiótico e receitar a administração correta.

Cuidados com higiene do animal

Tanto os banhos regulares como também a proteção contra carrapatos, pulgas e piolhos são importantes medidas para diminuir a queda de pelo. Além disso, a escolha dos produtos específicos para os cães é crucial para manter o pelo bonito e saudável.

Veja também: Ômega 3 é uma solução para a queda de pelos do cachorro

Cuidado com a saúde da pelagem do cão

Agora você já sabe quais são os remédios ideais para a queda de pelo do cachorro. Porém, é importante buscar mais informações com o veterinário a respeito de qual a melhor ração ou vitamina para impedir que a pelagem do cão caia. Além disso, converse com o especialista sobre o melhor shampoo para pets com esse problema dermatológico.

*Artigo feito com a colaboração do veterinário Rafael Luiz (CRMV/PE-2564), especialista em dermatologia veterinária e proprietário da Clínica Planet Pet. 

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.