Ração terapêutica para cães

Seu consumo é indicado em casos de obesidade, diabetes, cardiopatias…


Cada dia mais pessoas têm pets em casa e por isso o mercado de produtos direcionados aos nossos queridos amigos de quatro patas tem se expandido mais e mais. Quando falamos em alimentação, encontramos até mesmo ração terapêutica que, além de ser balanceada nutricionalmente, tem a capacidade de amenizar problemas de saúde que afetam a vida dos cães – e existe também para gatos.

Quando oferecer essa ração ao meu pet?

A ração terapêutica deve ser oferecida apenas quando indicada por veterinários, pois possui propriedades que são auxiliares no tratamento de enfermidades dos animais. É preciso saber a porção, o número de refeições e o tempo entre cada uma delas, e isso é estabelecido de acordo com cada pet diante de uma análise feita pelo médico veterinário. Os detalhes que serão analisados são o peso, a doença, o porte e muitos outros fatores.

Ração terapêutica para cães

Foto: Reprodução

Os casos mais comuns em que veterinários indicam a ração terapêutica são obesidade, diabetes, cardiopatias, problemas no sistema urinário, problemas no sistema digestivo, problemas no sistema renal, problemas dermatológicos,

Produção caseira

Existem produtos prontos, no entanto, a ração terapêutica pode ser produzida em casa caso seja da preferência do dono do cão e do veterinário. A mistura feita com ingredientes próprios que podem ajudar mais intensamente a saúde de seu cão pode ser muito mais eficiente, desde que ainda assim esteja de acordo com a orientação nutricional de um veterinário.

Essa produção caseira é normalmente indicada quando acontece algum tipo de intolerância às rações terapêuticas industrializadas. No entanto, o uso mais comum é das rações industrializadas, pois nem todos os alimentos indicados são facilmente encontrados e processados.

Benefícios

Com ingredientes de muita qualidade e grande valor nutritivo, as rações terapêuticas são muito mais caras do que as rações tradicionais. Por isso, muitas vezes esse alimento acaba sendo ignorado pelos donos dos cães que apresentam problemas, deixando de lado, dessa forma, todos os benefícios e o auxílio que esse alimento pode trazer na melhoria da saúde do cão.

É preciso, no entanto, analisar que essa economia não fará sentido caso seu pet venha a precisar de tratamentos médicos em veterinários e medicamentos mais caros, ou ainda resolução por meio de emergências que trarão gastos ainda maiores do que os da ração terapêutica.

Atenção

O tratamento feito com este alimento somente deve ser feito com orientação médica. Um dono de um pet nunca deverá usar a ração terapêutica em seu cão por conta própria. Isso pode ocasionar, caso seja sem orientação, em outros problemas graves para a saúde.


Reportar erro