Meu cachorro não quer comer, o que fazer

Não dê qualquer coisa para o seu animal se alimentar, porque além de causar uma doença pode viciar o paladar

Muitos tutores, principalmente os de primeira viagem, acabam ficando com diversas dúvidas a respeito de como cuidar de um cãozinho. Entre as principais dúvidas está a preocupação com a alimentação dos pets, pois vez ou outra o cachorro não quer comer.

De acordo com a veterinária Larissa Salles Teixeira, em artigo publicado no site da Lupus Alimentos, existem duas situações que justificam o cachorro não querer comer. “Na primeira, o pet simplesmente não tem apetite por alguma causa específica. Na segunda, o cão pode não estar se alimentando simplesmente porque não está conseguindo, seja por um problema na boca, dificuldade para deglutir ou dores, embora ainda sinta fome”, explica a especialista.

Já segundo a veterinária Andressa Suênia, em vídeo publicado no próprio canal do YouTube, estas duas situações recebem os nomes de inapetência e anorexia. Esta última é ainda mais grave, mas ambas precisam de atenção do tutor com relação as causas, sinais, tratamentos e prevenções.

Por que o cachorro não quer comer?

Se seu cachorro não quer comer, tente identificar a razão ou consulte um veterinário

Existem duas causas mais comuns: anorexia e inapetência (Foto: depositphotos)

Levando em consideração as informações das veterinárias, o cachorro que não quer comer age desta maneira por diversas razões que levam ou a inapetência ou a anorexia. “Existe uma diferença entre a anorexia e a inapetência. Anorexia é quando o animal não come de jeito nenhum e, normalmente, ele também não bebe. A inapetência é apenas a diminuição da ingestão de alimentos“, esclarece Andressa.

Causas da inapetência

“Acontece com alguns que comem a mesma ração sempre, por muito tempo, e também aqueles animais que costumam se alimentar de comidas mais palatáveis, comidas de humanos mesmo: frango, carne”, explica a veterinária Andressa. Em outras palavras, a inapetência é mais uma consequência de atitudes do tutor, do que uma doença no cachorro.

“Nem sempre o animal que não está comendo, que diminui o apetite, quer dizer que seja inapetência. O animal pode começar uma anorexia por uma inapetência”, alerta a especialista.

Veja também: Veterinária esclarece sobre o consumo de leite por cães

Causas da anorexia

Esta é a situação mais grave, uma vez que o animal doente não ingere nem líquidos e, por isso, a desidratação é ainda mais rápida. É ainda mais perigosa quando acomete filhotes e cães idosos, tendo em vista que são as épocas mais delicadas da vida de uma animal quando assunto é saúde.

De acordo com Andressa, as principais causas de anorexia são as doenças virais, como a parvovirose, cinomsose e coronavirose. Estas doenças surgem, principalmente, quando os animais não estão com o cartão de vacinas atualizado. “Erliquiose, que é a doença do carrapato, no seu estágio inicial, ela costuma fazer com que o animal tenha essa anorexia”, cita a veterinária.

Além dessas causas, outros problemas de saúde podem desencadear a anorexia em cães como as gastroenterites. Estas situações são provocadas por infecções bacterianas e, geralmente, vêm acompanhadas por vômitos e diarreia. “Problemas no fígado e verminoses fazem o animal parar de se alimentar. As intoxicações de uma forma geral, as intolerâncias à glúten, à lactose“, completa Andressa com relação a lista de doenças que resultam em anorexia canina.

Diagnóstico e tratamentos

Para saber o que há de errado com o cachorro, é necessário buscar pela opinião de um especialista o quanto antes. “Muitas pessoas deixam para procurar ajuda veterinária depois que o animal está há longos dias sem se alimentar. Então isso é muito complicado, porque nesse período o animal pode ficar desnutrido e em alguns casos até mesmo desidratado”, conta Andressa.

Veja tambémSabia que o chocolate pode causar intoxicação nos cachorros? Entenda

E, por ser muitas as causas envolvendo a falta de apetite do animal, é necessário que algum profissional capacitado consulte e realize os exames para desvendar o problema central. A partir da causa, é possível agir em busca de um tratamento mais adequado.

Por exemplo, no caso de doenças graves como a parvovirose e cinomose, há vacinas que combatem essas viroses. Por isso que é importante manter em dia o cartão de vacina do pet, principalmente quando este ainda é filhote e o sistema imunológico não está tão desenvolvido.

“Outra coisa fundamental é a nutrição correta. Não dê qualquer coisa para o seu animal se alimentar, porque além de causar uma doença que leva a anorexia, como as doenças gastrointestinais, as famosas infecções intestinais; você pode também viciar o apetite desse animal e aí ele não vai se alimentar direito nunca”, recomenda a veterinária Andressa Suênia.

Dicas para incentivar o cachorro a comer

Um dos grandes problemas da inapetência é o fato dos cães estarem condicionados a se alimentarem apenas da comida humana. Ganhando petiscos desde o café-da-manhã até a janta, eles não sentem vontade de comer a ração. Mas, para quem deseja incentivar o cachorro a comer a ração, Alexandre Rossi, o Dr. Pet, tem algumas dicas.

Em um vídeo feito pela Dog Chow, o especialista em comportamento canino explica como o tutor deve proceder a um animal que não quer se alimentar de ração.”Tem muita gente que fala: ‘ah, deixa o cachorro sem comer, que um dia ele vai comer, que ele não vai morrer de fome’. Isso não é muito bacana porque o cachorro deve comer pelo menos duas vezes ao dia“, alerta Dr. Pet.

Portanto, as dicas de Alexandre Rossi são:

  • Não exagerar nos petiscos e nem oferecê-los próximo ao horário das refeições;
  • Ajudar o animal a sentir vontade de comer a ração, se for preciso dar na mão a comida;
  • Controlar a quantidade oferecida para o animal, pois colocando aos poucos ele vai sentir fome para a próxima refeição;
  • Avaliar o peso do cachorro. Segundo Dr. Pet, os cães que possuem o peso ideal geralmente adoram ração. Desta forma, é possível ajudar qualquer cachorro que não queira comer.