Como tratar queimaduras por fricção em cães

Devido a algum acidente, se alguma parte do pet for arrastada pode ocasionar em queimaduras

Alguns tipos de acidentes podem causar queimaduras por fricção no cachorro, ou seja, quando o animal arrasta o corpo contra o solo é capaz de perder boa parte do pelo e da pele.

Assim, o pet passa a apresentar um ferimento externo que apesar de não ser profundo, pode causar intenso sangramento, dor extrema e, se não houver os devidos cuidados, podem facilmente infeccionar.

Se o ferimento for pequeno, é possível cuidar do mesmo ainda em casa. No entanto, quando a fricção passa a ser boa parte do corpo do animal ou pelo menos de um membro dele, é necessário buscar ajuda veterinária o quanto antes.

Mas independentemente da proporção do problema, é ideal colocar em prática alguns métodos a fim de diminuir as chances de infecções e quadros clínicos mais graves.

Como tratar em casa queimaduras por fricção em cães

Para tratar queimaduras por fricção em cães é preciso do acompanhamento de um profissional

A primeira coisa a se fazer, é higienizar e cobrir a área com gaze (Foto: depositphotos)

O primeiro passo é reconhecer os machucados do animal, com muito cuidado. Isto porque, como se trata de um acidente, mesmo que não pareça visivelmente os machucados, internamente pode haver algum outro problema. Por isso, manuseie o pet com delicadeza, levando-o para um lugar mais seguro.

Veja também: Como tratar casos de queimaduras nos coxins dos cães

Após este cuidado, certifique-se que o animal vai deixar você encostar nos ferimentos. Por ser uma região dolorida e devido a agitação nervosa do animal com o momento, ele pode querer atacar mesmo quem está tentando ajudar. Sendo assim, por medida de precaução use uma focinheira no cachorro antes de olhar bem as fricções.

Em seguida, use água fria para limpar os ferimentos externos. A pressão da torneira vai limpar alguns detritos que podem ter se acumulado nas fricções quando houve o atrito com o chão. Caso todas as sujeiras não saiam apenas com água, use uma pinça para retirá-las. Um machucado limpo estará livre de possíveis infecções.

Com gazes limpas e umedecidas, cubra toda a área que sofreu com a fricção. Em seguida, leve o animal ao veterinário. Só um especialista estará apto para realizar todos os procedimentos necessário nesta situação.

Veja tambémQueimaduras de água-viva em cachorros. O que fazer e como tratar?

Cuidados após o tratamento veterinário

Siga todas as recomendações do veterinário com relação ao tratamento deste ferimento. Provavelmente, ele receitará alguma pomada cicatrizante, que deverá ser passada todos os dias após uma limpeza com água ou soro fisiológico.

Para evitar que o cachorro lamba o ferimento, retirando assim a pomada, aposte em um colar elisabetano. Além disso, o veterinário poderá ainda receitar um anti-inflamatório ou analgésico, evitando inflamações e dores.

Veja também: Queimaduras em cães: fique por dentro do assunto

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.