Como lidar com o cio de uma cadelinha em casa

Como lidar com o cio de uma cadelinha em casa deixam os tutores, principalmente os de primeira viagem, com muitas dúvidas. Isto porque, neste período de tempo, há muitas transformações no corpo e no comportamento das fêmeas. São situações que podem gerar incertezas para o dono do animal e dificuldades na criação do pet.

Por isso, é importante estar preparado para entender esta fase na vida das cadelas, estando munido de conhecimento confiável. Sintomas do cio, qual o período que a cadela entra nesta fase, como elas se comportam, a quantidade de dias e quais os cuidados que se deve ter com o animal nesta etapa da vida são algumas das informações necessárias que todo tutor de cadela deve ter.

De acordo com a veterinária Tatiana Bérenger, no seu canal no YouTube Dicas Veterinárias, normalmente o primeiro cio das cadelas ocorre entre os seis e oito meses de vida.

“É claro que isso pode variar, então têm animais que vão entrar no cio com um ano ou até um ano e meio, isso sendo normal”, explica a especialista. Neste período é comum que as cadelas apresentem alguns sintomas, como vulva inchada, corrimento ou sangramento.

Cio em cadelas: sintomas, períodos e outras informações

Para saber como lidar com o cio de uma cadelinha em casa vale buscar auxílio de um profissional

A periodicidades entre um cio e outro geralmente é em torno dos seis meses (Foto: depositphotos)

Os sinais indicados anteriormente são os mais comuns nas cadelas, mas em outras podem ser percebidos sintomas diferentes.

“Algumas passam a fazer mais xixi, outras têm alteração no comportamento, podem se tornar mais agressivas ou ficarem mais quietinhas. Além disso, outras não apresentam sinal nenhum de cio, que a gente chama de cio silencioso. Então muitas vezes o proprietário nem percebe que a cadelinha entrou no cio”, relata Tatiana.

Por ter esta possibilidade de cio silencioso, é recomendado que o tutor busque auxílio veterinário. Um especialista em saúde canina vai saber identificar o cio e isso pode evitar gravidez indesejada na cadela.

Outra recomendação é que o dono fique atento as periodicidades entre um cio e outro. “O intervalo entre esses cios também, usualmente, ocorre a cada seis meses. Mas também pode variar esse intervalo sendo maior ou menor”, orienta a especialista.

Tatiana Bérenger também alerta os tutores com relação ao cio das cadelas mais velhas. “Quando a cadela vai ficando mais idosa, esses intervalos tendem a ficar maiores, porém é importante frisar que a cadela nunca entra em menopausa.” Sendo assim, até as cadelas mais idosas podem acabar engravidando se não houver cuidados para evitar isso.

Veja tambémQuanto tempo leva a gravidez de uma cadela

“Desde o primeiro cio a cadela pode engravidar. Não é recomendado que ela engravide no primeiro cio, pois o seu aparelho reprodutor não está completamente formado, porém é possível. Então, o correto é manter bem afastado de qualquer macho para não ocorrer nenhum acidente como esse”, esclarece a veterinária.

Cuidados com a cadela no cio

Toda a fase de cio da cadela pode durar de 20 a 30 dias, o tempo exato vai depender de cada animal. Durante este período, ela tem uma fase fértil que é quando ela aceita o macho.

Então este período dura de quatro a 10 dias e é a etapa onde há o risco do cruzamento. Por esta razão, quem não deseja ter uma cadela grávida deve evitar o contato do animal com cães machos.

“É interessante manter passeios e banhos normalmente. O único cuidado que você tem que ter é com a presença de macho. Então se sua cadela frequenta pet shop, por exemplo, sempre avise ao pessoal da pet shop, para que eles não mantenham ela próxima a nenhum macho para não acontecer nenhum acidente e assim alguma gravidez indesejada”, recomenda Tatiana.

Veja também: Cuidados essenciais durante gravidez da cadela

Castração é a solução

Ainda segundo a veterinária, existem tutores que optam por fazer uso de anticoncepcional nas cadelas, mas que esta prática não é recomendada.

“Se você realmente não deseja que sua cadela não tenha mais filhotes, a melhor opção é a castração. Animais que fazem uso de anticoncepcional têm mais propensão de desenvolver problemas no aparelho reprodutor, como piometra e até câncer de mama”, finaliza a médica.

Veja também: Gravidez psicológica em cadelas

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.