Cachorro com estômago sensível: sintomas e como tratar 

Será que seu cão tem estômago sensível? Aprenda a identificar e saiba o que fazer se o cachorro tem estômago sensível


Quem tem cachorros em casa já deve ter percebido que a maioria deles adora comer em excesso. Mesmo que não estejam com fome, basta eles perceberem que há algo de comer por perto que logo começam a fazer aquela “carinha” irresistível de dó, como forma de pedir alimento. Algumas raças, entretanto, apresentam doenças do sistema digestivo, ou então são mais sensíveis a alimentação, podendo desenvolver algumas doenças no decorrer da vida.

Tem cachorro que come de tudo um pouco e não sente nada, mas não dá para comparar o estômago de um cãozinho de rua, que teve que se adaptar aos alimentos, a um cão que sempre comeu ração, não é mesmo? O estômago do cãozinho que sempre comeu ração com certeza será mais sensível.

Sintomas

Os sintomas mais comuns são vômito e diarreia, mas é claro que nem todos podem ser tão simples assim, não é mesmo? Existem sinais do estômago sensível do cão que podem estar no comportamento do animal, no cheiro ou na cor das fezes, entre muitos outros fatores. Alguns cães param de comer por associar a comida ao mal-estar, inclusive.

Outro sintoma bastante comum é comportamental: o cão passa a comer grama constantemente, uma vez que se trata de um remédio natural para dor de estômago. Isso pode limpar o estômago, causar vômito e diarreia.

Cachorro com estômago sensível: sintomas e como tratar

Foto: Pixabay

O que fazer?

Se perceber que seu cão não anda muito bem do estômago, a primeira coisa a fazer é levá-lo para uma visita ao veterinário de sua confiança, pois somente assim poderemos saber se realmente se trata do estômago sensível ou de alguma doença.

Se ele realmente tiver o estômago sensível, você pode pedir orientação ao veterinário para saber quais alimentos seu pet pode comer, além de passar uma dieta para ele. É essencial saber quantas vezes ao dia e em que porções se deve dar ração aos cães. Encher o prato e deixar o dia inteiro com bastante ração nem sempre é a melhor forma de alimentar o seu pet, apesar de ser mais prático.

Tipos de rações

Existem inúmeros tipos de rações no mercado dos pets atualmente, com fórmulas simples e mais complexas, contendo nutrientes balanceados para cada idade e raça, por exemplo. Você deve comprar a ração de acordo com a idade e o porte do cachorro, pois isso fará toda a diferença em sua saúde.

Para quem dá comida comum ao cão, siga sempre a lógica de quais são os alimentos mais saudáveis. Seu pet precisa de frutas e verduras, entre muitas outras coisas, mas é essencial que você procure orientação médica veterinária para elaborar a dieta de seu pet.

Sensibilidade alimentar causada pela ração

É possível que a sensibilidade alimentar do cão seja causada justamente pela ração. Nesse caso, é importante realizar testes trocando a ração até que o cão se sinta bem com uma delas. Mas nunca troque de forma brusca: vá misturando as rações por algo em torno de  duas semanas, pois assim ele irá se acostumar de forma gradativa ao novo alimento.


Reportar erro