,

Doenças virais em cães

Cinomose, parvovirose e raiva são conhecidas como doenças virais em cães. Além desses problemas de saúde mais conhecidos, outros também podem prejudicar a vida do cachorro e são transmitidos através de vírus.

De acordo com a veterinária Glaucia Luna, essas doenças se instalam no organismo dos animais de diversas maneiras. “Os vírus infectam o organismo por meio do contato com as mucosas (oral, nasal, gástrica), onde o contato com secreções, excreções e aerossóis (pelo ar) disseminam pelo ambiente. Ocorre a instalação e replicação viral em diversos órgãos”, esclarece a médica.

Tipos de doenças virais em cães

Cinomose

A cinomose é uma doença viral que ataca o sistema respiratório dos cães

A cinomose não é uma doença exclusiva de filhotes (Foto: depositphotos)

Uma das doenças virais em cães mais comum é a cinomose, mas ela também pode afetar animais de diversas espécies. “Pode causar uma diversidade de sintomas, desde os clássicos que afetam o sistema respiratório cursando com secreção nasal e ocular e pneumonia, até sintomas neurológicos e gastrointestinais inespecíficos”, alerta Glaucia.

Ainda segundo a veterinária, ao contrário do que muitas pessoas pensam, a cinomose pode surgir em qualquer fase da vida do animal. Esse mito deve ser quebrado, pois alguns tutores acreditam que a doença afeta apenas filhotes.

Veja também: Quais doenças podemos transmitir para os cães. Descubra

Parvovirose X coronavirose

A parvovirose é uma doença viral que apresenta sintomas gastrointestinais

Um dos sintomas dessa doença é a falta de apetite (Foto: depositphotos)

Tanto a parvovirose como a coronavirose são doenças que apresentam sintomas gastrointestinais, aponta a veterinária. “A diferenciação se dá por meios de exames específicos para determinação do agente causador da doença”, explica.

Entre os sintomas mais comuns dessas doenças estão: vômito, diarreia com presença de sangue, perda do apetite, fraqueza e desidratação. 

Segundo Glaucia Luna, a parvovirose é uma doença viral que causa danos sérios ao sistema gastrointestinal e cardíaco. Assim, o problema de saúde pode promover “a destruição do epitélio do intestino causando hemorragias, prejudicando a absorção de nutrientes e desequilíbrio eletrolítico no organismo, e quando acomete o coração causa endocardite que pode levar à morte súbita“, conclui.

No caso da coronavirose, causada pelo corona vírus, o tempo de incubação pode variar entre 24 a 36 horas. Um animal sadio, mas sem as devidas vacinas, pode desenvolver o problema ao ter contato com um doente ou com as fezes desse enfermo.

“Como em toda doença viral, o tratamento consiste em fornecer suporte e antibioticoterapia adequados com a sintomatologia apresentada”. indica a médica veterinária.

Hepatite viral canina

A hepatite viral canina é caracterizada por icterícia e hemorragias nas mucosas

O tratamento dessa doença é basicamente composto por antibióticos (Foto: depositphotos)

Apatia, febre, dores abdominais, diarreia com sangue, petéquias, sintomas neurológicos, vômitos, hemorragia de mucosas, hipotermia, icterícia e ascite, sinais comuns a muitas doenças podem estar presentes em conjunto ou isoladas no animal acometido”, lista Glaucia quando o assunto é sintomas de um cão com hepatite viral canina.

Já quando se trata do tratamento mais adequado para esse problema de saúde, a médica veterinária enfatiza. Ele deve ser baseado em “antibioticoterapia e terapia de suporte de acordo com o quadro apresentado pelo animal.”

Veja também: A importância da vacinação em cães desde filhotes

Tosse de canis

A tosse de canis é uma infecção respiratória

É importante não expor o cão a lugares públicos antes de completar o esquema de vacinação (Foto: depositphotos)

Também chamada de traqueobronquite infecciosa canina, a tosse de canis é uma infecção respiratória. Todos os animais não vacinados estão sujeitos a desenvolverem esse problema de saúde.

“O tutor deve manter sempre os animais vacinados, mantidos em ambiente limpo e arejado, não levando para pet shops ou passeios antes de completar o esquema vacinal“, recomenda a veterinária.

Raiva

A raiva é uma doença viral que pode provocar a morte do cachorro em poucos dias

Um dos indícios dessa doença é a presença de comportamento agressivo (Foto: depositphotos)

Entre as viroses mais sérias que existem está a raiva. Essa doença pode provocar a morte do cachorro em poucos dias. Isto porque, a doença afeta diretamente o sistema neurológico do cachorro, provocando a paralisia total do animal.

A raiva é uma zoonose viral muito grave que pode ser transmitida ao homem“, lembra Glaucia. Desta maneira, assim que o animal apresentar os sinais dessa doença, o Centro de Zoonose da cidade deve ser acionado.

São indícios de que o cão apresenta a raiva canina: agressividade, salivação excessiva, mudança de comportamento e convulsões. Além desses, o animal pode apresentar olhos arregalados e apetite aumentado.

Veja também: Principais doenças respiratórias em cães

Medidas preventivas para eliminar os vírus

Ainda levando em consideração a orientação da veterinária Glaucia,  existem alguns métodos que podem impedir as doenças virais em cães. “A vacina é a profilaxia mais indicada, além da limpeza do ambiente, bem como a imunização também das fêmeas antes da prenhez para passar imunidade aos filhotes nos primeiros dias de vida”, completa.

Conheça algumas doenças que atingem humanos e cachorros:

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.