, , ,

Yorkshire Terrier – Saiba tudo sobre esta raça

O pet desta raça é muito independente, carinhoso e possui um alto nível de energia

Entre as raças mais queridas está o yorkshire terrier, mas nem sempre foi assim. Este cão de porte pequeno foi criado para caçar ratos e só depois ganhou a fama de cachorro para companhia.

De acordo com a American Kennel Club (AKC), esta raça ocupa o nono lugar na lista de cães mais populares. Muito provavelmente o porte pequeno e a natureza determinada são algumas das características que mais agradam os brasileiros.

Temperamento e personalidade do yorkshire terrier

Chamado carinhosamente de “yorkie“, o cãozinho desta raça tem uma personalidade forte. Por esta razão, é possível dizer que o temperamento desse pet é destemido, valente e investigativo.

O yorkshire terrier ocupa o nono lugar na lista de cães mais populares

O valor desse pet pode chegar, no máximo, R$ 3.500 (Foto: depositphotos)

Além disso, possui uma grande inteligência, o que pode facilitar os treinamentos. Apesar disso, por ser um animal determinado, o tutor precisa ter pulso firme nos adestramentos. Já com relação a personalidade do yorkshire terrier, pode-se dizer que ele é sério, carinhoso e energético.

Dúvidas recorrentes

1. Quanto custa um yorkshire terrier?

O preço de um yorkshire terrier filhote varia dependendo da região onde o animal está à venda. Contudo, o valor pode chegar, no máximo, R$ 3.500. Mas é sempre importante lembrar que a compra de cães só deve ser feita após conhecer as circunstâncias nas quais se encontram as mães dos filhotes. Infelizmente, alguns canis exploram as fêmeas e deixam os animais viverem em situação desumanas. 

Veja tambémConfira 30 nomes ideais para cães yorkshire

2. Adapta-se em apartamento?

Esta raça é bem adaptável, por isso pode morar tanto em apartamentos como em casas com grandes espaços abertos. Apesar de ser muito agitado, o yorkie é um cão de porte pequeno. Sendo assim, apês podem ser “mansões” para esses animais.

3. É um bom companheiro para crianças?

Mesmo sendo um cãozinho pequeno, o yorkshire possui uma personalidade forte. Por isso, a convivência com crianças deve ser supervisionada pelos tutores mais velhos.

4. Yorkshire terrier late muito?

Possui uma forte tendência para latir em excesso. Contudo, uma série de treinamentos com o auxílio de um adestrador pode resolver esta situação antes que ela se torne um problema entre o cãozinho e o tutor.

5. Apresenta problema ao ficar sozinho em casa?

O yorkie é um cachorro bastante sociável, uma vez que ele foi pensando para ser um cão de companhia. Desta maneira, não é recomendado deixá-lo sozinho em casa por muito tempo.

Veja também: Saúde do yorkshire: doenças e cuidados básicos

6. Tem tendência a soltar muito pelo?

Yorkshire terrier não solta muito pelo, mas é necessário cuidados específicos com a pelagem deste animal. Neste sentido, é importante escovar os pelos dos cães diariamente, evitando nós e outros problemas.

Comportamento do yorkshire terrier

pet desta raça é muito independente, por isso pode agir seguindo as suas próprias vontades. Para evitar este tipo de situação que pode colocar em risco a integridade desse peludinho, é aconselhável que o tutor invista em treinamento logo cedo.

Outra característica do comportamento do yorkie é o nível de energia alto que ele possui. Por esta razão, adora passear diariamente, explorar ambientes e ainda resguarda o instinto e a habilidade de caçar.

Pode ser apropriado para ocupar o cargo de cão de guarda, pois é um cachorro atento e que late sempre que necessário. Contudo, a alegria presente em peludos desta raça os fazem melhores companheiros de vida.

Características físicas

Cuidados específicos

Logo quando o yorkshire terrier foi criado no Reino Unido, sua função era a de caçar roedores. Por esta razão, tinha a estrutura do corpo diferente de como ela é agora. Antigamente o porte desse animal era maior.

Com a mudança de “função” dentro da sociedade, deixando o posto de caçador para ser companheiro, o porte diminuiu de tamanho. Atualmente o yorkie é um cão com apenas 23 cm e para chegar a este tamanho foi necessário combinar animais pequenos.

“O cruzamento seletivo por tamanho pequeno agravou três problemas: prolapso traqueal, deslocamento da patela e doença periodontal“, explica o PhD em medicina veterinária, Bruce Fogle, no livro “Cães”.

Junto ao maltês, poodlechihuahua e lhasa apso, o yorkie tem tendência a desenvolver prolapso traqueal. Nesta doença o cachorro fica com o latido rouco, tosse muito e passa a engasgar. O deslocamento de patela, por sua vez, afeta as rótulas e fazem o paciente mancar.

Já a doença periodontal trata-se de uma placa bacteriana que acomete de forma progressiva o periodonto, que é formado pela gengiva e pelos tecidos de sustentação dos dentes.

Além destas doenças, o animal dessa raça pode apresentar uma forte tendência ao nervosismo. No entanto, esse traço pode ser amenizado com a socialização com outros animais, crianças e outros cães.

Filhotes

Filhotes de yorkshire terrier precisam de uma atenção especial com relação ao treinamento. Quanto mais jovem for o cachorro, mais fácil ele vai entender a estrutura hierárquica da casa, vendo o tutor como o líder.

Mas, tão importante quanto ensinar bons modos ao filhote, é cuidar da saúde do mesmo. Por isso, o veterinário deve ser consultado sempre que necessário. Vacinas polivalentes precisam ser administradas, assim como o vermífugo.

Veja também: Fotos de filhotes de yorkshire

Curiosidades desta raça

Machos e fêmeas podem apresentar um pelo mais comprido, porém o tutor precisa ter cuidados diários com esse tipo de pelagem. Além de escovar, evitando nós, sujeiras e pelos caídos pela casa, é necessário realizar tosas higiênicas.

Outro ponto é com relação aos pelos da cabeça, que devem ser aparados ou amarrados como um coque, evitando que caiam nos olhos causando inflamações ou atrapalhando a visão.

Expectativa de vida: 11 a 15 anos. Podendo variar para mais ou menos, dependendo do estilo de vida que o cachorro leva.

Origem do yorkshire terrier

Galeria de fotos

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: Pixabay)

(Foto: Pixabay)

(Foto: Pixabay)

(Foto: Pixabay)

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.