, , , ,

São Bernardo – Saiba tudo sobre esta raça

Este é um cão grande e forte, porém muito companheiro e brincalhão com as crianças

O tamanho do São Bernardo pode até assustar no primeiro contato. Mas, logo em seguida, o medo pode se transformar em encantamento, ao passo que se conhece o coração desse grandalhão. Para o PhD em medicina veterinária e autor do livro “Cães”, Bruce Fogle, este é considerado o maior cachorro do mundo.

Com um porte gigante, corpo forte e musculoso, o São Bernardo é descendente dos mastiffs. Originados na Suíça, o cachorro ganhou fama por todo mundo e está entre os cães mais populares. De acordo com a classificação da American Kennel Club (AKC), que lista as raças com relação a popularidade delas, este grandalhão bondoso ocupa o 49º lugar.

Temperamento e personalidade do São Bernardo

De temperamento generoso, calmo, sensível e forte, é possível dizer que o cachorro desta raça possui uma boa índole. Por esta razão, torna-se um excelente companheiro para qualquer tipo de família. E, além disso, é um peludo confiável, leal e zeloso.

O São Bernardo ganhou fama depois que foi protagonista no filme "Beethoven"

Esse cão tem temperamento generoso, calmo, sensível e forte (Foto: depositphotos)

Ainda é possível ressaltar a personalidade amigável que o São Bernardo possui, sempre acompanhada de muito entusiasmo e uma independência positiva. Segundo a AKC, a raça é extrovertida, paciente e treinável. Já a fama de protetor que existe está mais relacionada a cuidar da família, do que ser um bom cão de guarda.

Dúvidas recorrentes

1. Quanto custa um São Bernardo?

Um filhote de São Bernardo pode custar entre R$ 1.500 e R$ 5 mil. Os valores vão depender da localidade e do criador desta raça. Mas, é sempre importante lembrar que a compra de cães só deve ser feita após conhecer as circunstâncias nas quais se encontram as mães dos filhotes. Infelizmente, alguns canis exploram as fêmeas e deixam os animais viverem em situação desumanas. 

2. Adapta-se em apartamento?

De acordo com o veterinário Bruce Fogle, este cachorro pode se tornar um desafio para qualquer dono, caso seja criado em um lugar muito pequeno. Tudo isso porque é uma raça de porte gigante e, apesar de não precisar de muito exercício, necessita de espaço em casa. Sendo assim, não é recomendado para apartamentos.

3. É um bom companheiro para crianças?

Para a AKC, o São Bernardo pode ser apelidado de cão babá para crianças, de tão bom que é o relacionamento entre eles. Além de ser um cachorro bondoso, é também amistoso com toda a criançada.

Veja também: Conheça as 10 raças mais apropriadas para crianças

4. São Bernardo late muito?

Esta raça só late quando for necessário, por isso é considerado um cachorro silencioso. Conforme afirma os especialistas da American Kennel Club.

5. Apresenta problema ao ficar sozinho em casa?

Assim como os demais cães que são afetuosos com os tutores, o São Bernardo também não gosta de ser deixado em casa sozinho. Isto porque, ele foi criado ao redor de muitas pessoas e necessita da companhia humana.

6. Tem tendência a soltar muito pelo?

A pelagem desta raça cai frequentemente, soltando muitos pelos pela casa toda. Para diminuir este problema, o tutor pode escovar regularmente o cachorro, eliminando a camada de pelo morta.

Comportamento do São Bernardo

Quando criado, o São Bernardo era utilizado para puxar cargas pesadas. Como habitavam regiões da Suíça, precisavam abrir caminho na neve. Atualmente, precisa de uma boa e longa caminhada ao parque. E, para ter um cachorro feliz desta raça, pode ser necessário oferecer a oportunidade de correr sozinho, mas sempre em um lugar seguro.

Tem uma fama de bom farejador e ainda pode ser um bom companheiro com outros cães. Em casa o grandalhão pode ser desajeitado, especialmente em ambientes fechados. Além disso, a estrutura bucal deste animal faz com que ele babe bastante. 

Características físicas

Cuidados específicos

De acordo com a AKC, o São Bernardo pode ter displasia de quadril e doenças oculares. Neste último caso, o problema de saúde mais comum afeta as pálpebras e o globo ocular. Além disso, um cachorro deste porte pode apresentar distúrbios de coagulação do sangue e câncer nos ossos, sendo ainda mais intenso em animais já idosos.

Em todos os casos, o acompanhamento veterinário se faz necessário. Isto porque, podem ser requisitados exames e até mesmo cirurgias corretivas. De qualquer forma, é sempre recomendado escolher bem o criador, buscando por pessoas responsáveis e comprometidas.

Veja também: Cuidados que devemos ter com a tosa de cães no verão

Filhotes

Os filhotes de São Bernardo parecem ursos de pelúcia e são especialmente graciosos. Contudo, quando o tutor se apaixonar por esses animais quando pequenos, é importante ter em mente que eles crescem muito. Neste sentido, o adestramento deve ser iniciado logo nesta primeira fase de vida do animal.

Além disso, outro aspecto que precisa ser levado em consideração é a saúde desses pequenos peludos. Este cuidado deve existir porque, assim como as demais raças, o sistema imunológico do São Bernardo ainda não está completo. Para evitar viroses e demais doenças, manter as vacinas em dia é o caminho a seguir.

Curiosidades desta raça

São Bernardo ganhou ainda mais fama depois que foi representado como protagonista no filme “Beethoven”, uma comédia familiar de 1992.

Veja também: Celebridades caninas: conheça as raças de cães que estrelaram filmes

o nome da raça refere-se aos monges bernardinos que possuíam cães deste tipo, desde 1660. Segundo conta as lendas a respeito desse animal, ele era usado para encontrar pessoas perdidas nos Alpes presas na neve. Acredita-se que ele tenha salvo mais de 200 vidas.

Expectativa de vida: 8 a 10 anos. Podendo variar para mais ou menos, dependendo do estilo de vida que o cachorro leva.

Origem do São Bernardo

Galeria de fotos

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.