, , ,

Saiba como cuidar corretamente de um cão chow chow

O chow chow é um cachorro com personalidade forte e por isso precisa de cuidados específicos. Contudo, o tutor que deseja ter um chow chow filhote precisa estar atento a outras características.

Isso porque, além dos aspectos comportamentais, outras preocupações fazem parte do cotidiano desse cão, como: saúde e pelagem. Mas, antes de mais nada, o tutor precisa saber que apesar do preço do chow chow filhote chegar até R$ 4 mil, esse é o mínimo que vai ser gasto com essa raça durante toda a vida do animal.

Além de questões com adestramento, esse pet necessita de cuidados com a abundante pelagem. Também é importante dedicar uma atenção aos possíveis problemas de saúde comuns nesse animal. Assim, seja o chow chow preto, branco e até azul, o tutor precisa saber como cuidar corretamento de um cão dessa raça.

Chow chow: cuidados com essa raça

Assim como todas as raças, o chow chow precisa de alguns cuidados com relação a alimentação. Além disso, devido as características físicas, a pelagem é um aspecto que merece uma atenção especial do tutor. Isso tudo sem falar da necessidade de exercícios e de socialização que cães desse tipo precisam ter desde novinhos. Esses cuidados permitem uma melhor qualidade de vida. Isso porque, o animal aprende a se relacionar com cães ou outros animais de estimação.

Cachorro da raça chow chow

Por ser reservado com estranhos, o indicado é o adestramento desde filhote (Foto: depositphotos)

Com todas essas medidas, é possível cuidar da saúde do cão. Consequentemente, o chow chow tem a oportunidade de prolongar sua expectativa de vida. Segundo a American Kennel Club (AKC), o tempo de vida dessa raça costuma variar entre 8 a 12 anos.

Qual a melhor ração para a raça?

Para escolher a melhor ração para o chow chow, o tutor deve levar em consideração a qualidade de cada opção. De acordo com veterinários, a melhor alternativa é a Super Premium. Isso porque ela possui a quantidade exata de proteínas e outras substâncias necessárias para o pet.

Contudo, a AKC recomenda ficar sempre de olho na pele do animal, tendo em vista que podem surgir algumas irritações. Mesmo que a ração continue a mesma, os fabricantes podem mudar as fórmulas. E como essa raça tem uma pele sensível, pode sofrer com a hipersensibilidade alimentar.

Além do cuidado com as possíveis irritações, é importante ficar de olhos na quantidade de ração ofertada ao cão. Até os 6 meses de idade, os filhotes devem ser alimentados de quatro a cinco vezes ao dia. Com o passar do tempo, quando o cão já é adulto, o número deve reduzir gradualmente. Até uma refeição pela manhã e outra ao entardecer.

Veja tambémChow chow – Saiba tudo sobre esta raça

Cuidar de um chow chow no calor

Ainda segundo informações da American Kennel Club, o chow chow tem um pelo áspero, liso e de duplo revestimento. Dessa maneira, a pelagem é resistente ao clima, principalmente nas épocas mais quentes.

Nesse sentido os cães dessa raça podem sentir mais calor que outros. Por isso, é necessário encontrar alternativas para amenizar esse sofrimento. Por exemplo, deixar tigelas com água fresca em vários lugares da casa, proporcionar ambientes arejados para o animal e evitar passeios em horários muito quentes.

Outro cuidado que se deve ter é com carrapatos e pulgas. Isso porque, esses parasitas são muito comuns nas épocas mais quentes do ano. Sendo assim, uma conversa com veterinário pode esclarecer as medidas adotadas contra esses ectoparasitas.

Vacinas para um cachorro filhote dessa raça

Logo aos 45 dias de vida de um filhote, ele precisa receber a primeira dose da vacina polivalente. Esse medicamento é a proteção contra diversas doenças como: cinomose, parvovirose, leptospirose e até hepatite infecciosa.

Após a primeira dose, o cão ainda deve receber os reforços da vacina. Dependendo do veterinário e do fabricante desse medicamento, a quantidade pode variar. Mas, de qualquer forma, é importante não expor esses animais a outros ou na rua, antes de completar o calendário de vacinas.

Cachorro chow chow é perigoso?

A socialização do chow chow deve ser realizada quando ele ainda é pequeno, pois a raça tende a ser muito reservada com estranhos. De acordo com o PhD em medicina veterinária, Bruce Fogle, a personalidade desses animais é um reflexo das atividades que eles exerciam anteriormente.

“Também eram usados como cães de guarda e de trenó e essas funções não demandavam personalidade amigável ou calma. É teimoso e independente, com tendência a morder agressivamente, e requer um dono experiente e de pulso firme“, explica o veterinário no livro “Cães” da editora Zahar.

Cuidados com a pelagem de um chow chow

De acordo com a AKC, o chow chow precisa ser escovado de duas a três vezes por semana. Só assim para manter os pelos livres de nós e com um aspecto bonito. Além disso, os banhos devem ser semanais e sempre após a lavagem, é necessário secar bem. Assim, evita o acúmulo de fungos e o surgimento de problemas na pele e no pelo.

Veja também: 15 cães chow-chow que esbanjam fofura no Instagram

Como cuidar de um chow chow em apartamento?

Essa raça demanda muitos exercícios físicos, pois trata-se de um cão ativo. Nesse sentido, é preciso investir em longas caminhadas diárias para que o cachorro não se sinta entediado e passe a apresentar comportamentos inadequados. Especialmente se o chow chow for criado em apartamento, por ele não ter espaço para correr e se divertir sozinho.

Cachorro chow chow na neve

A marca registrada dessa raça é a juba exuberante e a língua azul (Foto: depositphotos)

Problemas de saúde do chow chow

Assim como outras raças, o chow chow pode apresentar alguns problemas de saúde. Por exemplo, é comum que esse cão tenha dificuldades nos cílios e nas pálpebras. Sendo que essas condições pode ser corrigidas através de correções.

“Problemas de saúde para o chow chow podem incluir entrópio palpebral, displasia da anca , displasia do cotovelo, alergias e função da tiroide“, cita a American Kennel Club.

Chow chow: personalidade e temperamento

Entre as características da personalidade e do temperamento do chow chow, pode-se citar a independência e a lealdade. De uma forma geral, não é um cão muito carinhoso, mas mostra todo seu amor pela família através da natureza protetora.

Por ser desconfiado com estranhos, o tutor precisa estar atento às visitas. Além disso, apresenta uma tendência a ser dominante, por isso precisa de treinamento firme. Contudo, são cães muito devotos à família.

Veja também: Chow-chow: 15 verdades sobre personalidade e comportamento

História e características da raça

Para saber como cuidar de um chow chow é importante também conhecer a história dessa raça. Isso porque, muitas das características físicas e comportamentais desse cão são reflexos da historicidade do animal.

Por isso, vale ressaltar que essa raça é uma das mais antigas já criadas. Ela foi originada com o intuito de puxar trenós, caçar e servir como cão de guarda. Nesse sentido, o chow chow é forte, independente e reservado.

Contudo, a raça chama atenção por dois motivos físicos: a juba exuberante, que costuma ser maior nos machos, e a língua azul, característica única desse cão.

Agora que você já conhece todos os aspectos físicos e comportamentais desse animal. E também está por dentro do temperamento que essa raça possui, é hora de colocar a “mão na massa” e realmente colocar em prática todas as dicas de como cuidar de um chow chow diariamente.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.