, , , ,

Pastor de Shetland – Saiba tudo sobre esta raça

Inicialmente, o pastor de Shetland foi criado para pastorear ovelhas. Mas, com o passar do tempo, esta função passou a ser deixada de lado. Mesmo assim, a raça não perdeu sua popularidade, uma vez que também desempenha papeis como cão de exposição e de companhia.

Contudo, essa mudança de papel dentro da sociedade não alterou o instinto de pastor desses animais. Nesta raça, ainda há muitos comportamentos comuns de cães que conduzem rebanho. Assim, mesmo que esse pet tenha uma vida mais urbana, é possível que ele apresente uma conduta rural.

Temperamento e personalidade do pastor de Shetland

O pastor de Shetland é um cão de temperamento muito agitado, reflexo do passado trabalhador da raça. Além disso, é um animal de natureza amigável, porém pode ser reservado com estranhos. Aos poucos, quem conquistar a confiança desse peludo acaba tendo uma ótima experiência de amizade.

O pastor de Shetland é um cão de temperamento muito agitado

Essa raça precisa de espaço para correr pois possui muita energia (Foto: depositphotos)

É também uma raça de personalidade delicada. Por ser inteligente e viver em alerta, é um cachorro que ajuda o tutor a proteger a família de possíveis perigos. Ainda é possível ressaltar a afetuosidade e obediência desse pastor, tornando-se um cão leal, brincalhão e enérgico.

Dúvidas recorrentes

1. Quanto custa um pastor de Shetland?

O filhote de pastor de Shetland está entre os cães mais caros que existem. No Brasil, dependendo da localidade e do criador, um cachorro dessa raça pode custar entre R$ 2 mil e R$ 6 mil. Mas, é sempre importante lembrar que a compra de cães só deve ser feita após conhecer as circunstâncias nas quais se encontram as mães dos filhotes. Infelizmente, alguns canis exploram as fêmeas e deixam os animais viverem em situação desumanas. 

2. Adapta-se em apartamento?

Shetland não é indicado para morar em apartamento, uma vez que é um cachorro cheio de energia e que precisa de espaços abertos e seguros para brincar. Se confinado a uma casa pequena e sem áreas ao ar livre, pode se tornar um cão triste, destrutivo, deprimido ou até mesmo agressivo.

3. É um bom companheiro para crianças?

É um cachorro afável e sensível, porém especialistas indicam que ele deve ser criado ao lado de crianças maiores. Isto porque, pode correr atrás de crianças menores enquanto elas correm, como se estivesse pastorando-as.

4. Pastor de Shetland late muito?

Uma das funções dessa raça quando pastoreava ovelhas era a de latir quando algum animal saia do rebanho. Estas vocalizações permaneceram na raça, mesmo com a mudança de papel dentro da sociedade. De acordo com a American Kennel Club (AKC), o pastor de Shetland gosta de latir muito. 

Veja tambémAs raças mais inteligentes

5. Apresenta problema ao ficar sozinho em casa?

Ainda segundo o órgão que cataloga e reconhece as raças, o shetland gosta de passar muito tempo ao lado das pessoas que ele gosta. “Muitas vezes seguirão membros da família ao redor da casa”, afirma a AKC. Neste sentido, é possível dizer que ao ser deixado sozinho em casa, esse cão pode sofrer. 

6. Tem tendência a soltar muito pelo?

A pelagem exuberante dessa raça oferece muito trabalho ao tutor. Além da manutenção do brilho e dos pelos sem nós, o dono precisa escovar diariamente a pelagem porque os pelos do shetland caem muito. 

Comportamento do pastor de Shetland

Como um bom pastor que foi no início de sua criação, o shetland ainda pode apresentar tendência de mordiscar os tornozelos das pessoas e de outros animais. Além disso, este mesmo instinto reflete-se na vontade de perseguir carros, motos e outros automóveis em locomoção. Em ambos os casos, é preciso treinamento para eliminar tais costumes.

O cachorro dessa raça também adora estar aconchegado ao dono e é muito receptivo à chegada do tutor. Brincalhão, precisa de espaço em casa para correr ou brincar com bolas e discos. Além disso, assim como qualquer cão, esse precisa de passeios. Diariamente, é possível exercitá-lo com uma longa caminhada ou uma corrida.

Veja também: Agility: obstáculos e muita diversão para seu pet

Características físicas

Cuidados específicos

As doenças oculares são alguns dos problemas de saúde mais comuns que esse animal pode desenvolver ao longo da vida. Um exemplo claro disso é a anomalia do olho de collie (CEA). Para evitar enfermidades como essa, é necessário certificar-se de que o criador fez os exames necessários, tanto no próprio animal como também nos genitores.

Segundo a AKC, displasia do quadril e de cotovelo são outras doenças que podem surgir em um animal dessa raça. A forma de tratar é igual ao método de prevenção do CEA.

Mas, além das questões de saúde, o tutor precisa ter um cuidado especial com a pelagem desse animal. O pastor de Shetland tem facilidade em desenvolver nós no pelo. Por esta razão, é importante fazer escovações diárias.

Veja também: Cuidados que devemos ter com a tosa de cães no verão

Filhotes

Os filhotes de pastor de Shetland precisam tomar vacinas contra viroses e remédios para eliminar vermes e os ectoparasitas, como carrapatos e pulgas. Além da saúde, os tutores precisam aproveitar esse período inicial da vida dos cães para fomentar o adestramento, pois é a melhor época para aprender.

Curiosidades desta raça

O nome da raça é referente as Ilhas Shetland, que ficam na costa noroeste da Escócia. Foi nessa localidade que os cães da raça foram originados.

Pela aparência do shetland, ele é tido como um collie miniatura.

Expectativa de vida: 12 a 14 anos. Podendo variar para mais ou menos, dependendo do estilo de vida que o cachorro leva.

Origem do pastor de Shetland

Galeria de fotos

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.