Escolha o pote certo para seu cachorro

Cada cão precisa de um pote ideal para sua ter alimentação facilitada


Escolher o pote certo? Tem mais essa nos cuidados com os pets? Tem sim! Você já reparou que existem vários designs de potes de comedouros e bebedouros para cães? Isso não é à toa, não! Cada pote é desenhado de forma a deixar a alimentação dos pets mais fácil e prática, além de menos trabalhosa para eles.

Ficou em dúvida se está usando o pote certo com seu cão? Fica tranquilo que vamos explicar agora!

Tipos de potes

O primeiro passo para escolher o pode ideal, é pensar na refeição do cachorro e na quantidade, além de deixar espaço de sobra para que ele consiga comer. O pote de água ideal deve conter água suficiente para o seu consumo durante um dia inteiro, mas atenção: não se esqueça de trocar a água dele pelo menos uma vez por dia e, nos dias mais quentes, mais vezes, certo?

Escolha o pote certo para seu cachorro

Foto: Reprodução

Materiais

Vamos analisar, em primeiro lugar, os materiais de que são feitos os potes:

Você já deve ter visto potes de cerâmica, certo? Estes são perfeitos para os pequenos filhotes ou os cães que tem mania de ficar empurrando o pote pela casa ou brincando com ele. Devido ao peso, o cão não irá conseguir mais levantá-lo ou arrastá-lo, resolvendo o seu problema.

Já os potes feitos de aço inox, são perfeitos para aqueles cães que adoram roer tudo, pois são de um material mais resistentes do que o plástico. Este, por sua vez, quando feito com materiais antibacterianos, ajuda a prevenir bactérias no pote e no alimento do cão.

Formatos e funcionalidades

Ok, já entendemos sobre os materiais, mas e o formato? Bem, vamos começar pelo básico: cães grandes precisam de potes mais altos e maiores, pois facilitará as suas refeições, além de trazer benefícios em sua digestão. Se você acha que o pote não é alto, e seu cão ainda sente dificuldades para comer, procure fazer uma plataforma para apoiar os potes de forma que o pet não precise se curvar tanto para comer. Se o seu cão gosta de comer bem rápido, os potes podem ajudar: alguns possuem formatos diferentes e pequenos labirintos que poderão ajudar a desacelerar a sua alimentação. Estes podem ser o próprio pote invertido, ou ainda no formato de forma de pudim.

Os cães que possuem focinho achatado precisam de potes rasos, pois isso ajudará a eliminar o esforço e a pressão na garganta que um pote maior daria, enquanto os de focinho mais longo precisam de potes mais fundos que facilitarão a alimentação. Os potes que possuem bordas mais altas e aberturas menores são ideais para cães com orelhas mais compridas, evitando que estas caiam na comida ou na água.


Reportar erro