Como ensinar ao seu cachorro o exercício ‘vir quando chamado’

Ensinando certos comandos a relação entre cachorro e tutor pode ser melhorada

Quando o cachorro é filhote todo ensinamento é válido, tendo em vista que trabalhar a mente e o corpo do peludo faz com que ele cresça um pet saudável, inteligente e obediente. E quem não deseja ter um cachorro com estas características? Pensando nisso, a behaviorista Gwen Bailey publicou um livro que ensina os tutores a serem os próprios treinadores dos cães, iniciando pela primeira fase da vida do cachorro.

“O Filhote Perfeito”, nome da obra escrita pela treinadora de cães, traz diversos ensinamentos que vão desde comandos básicos até alguns mais complexos. Entre as aulas escritas, Bailey ensina como o dono deve ensinar ao cachorro o exercício de vir só quando for chamado. Com esta técnica, o tutor mostra alguns limites ao filhote, que por sua vez vai crescer um adulto obediente.

Ensinando o comando “vem” ao cachorro

O exercício de vir quando chamado deixará o pet mais obediente

Ainda filhote, o pet precisa aprender alguns comandos (Foto: depositphotos)

1. Distancie-se do cachorro

Peça ajuda para alguém segurar o cachorro, enquanto você se distancia deles, não é preciso ficar muito longe. Volte até ao cachorro e mostre que você tem um petisco na mão. De costas, dê passos para trás até chegar a distância inicial. Ao chamar o cachorro pelo nome dele, o seu ajudante deve soltá-lo, permitindo que ele vá até o seu encontro.

Veja também: A importância do adestramento e atividades físicas para cães

2. Seja receptivo

Quando o cachorro estiver correndo ao seu encontro, seja muito receptivo. Abra os braços e faça alegria com a chegada dele. A sua linguagem corporal e a linguagem oral serão pontos importante para incentivar o animal a chegar até você com mais eficácia e vontade. Vale elogiar o cachorro e continuar chamando ele.

Veja também: Como treinar o meu cão para o ‘banheiro’ através de palavras

3. Recompense o cachorro

Assim que ele chegar até você, estenda uma mão mais embaixo e deixe a que está com o petisco à vista do animal. Quando ele perceber o petisco, irá tentar pegar, neste momento puxe a mão na direção do seu corpo, aproximando o pet ainda mais. Assim que o pescoço do cachorrinho encostar na sua mão estendida, dê a recompensa ao animal, elogie-o ainda mais e faça carinhos no pescoço do filhote.

4. Paciência

Para que este tipo de exercício dê certo, é preciso que o tutor tenha paciência para repetir quantas vezes for necessário até o ponto em que o animal consiga voltar ao ser chamado, mesmo que não tenha outra pessoa o segurando. Aos poucos e com a repetição, o peludo vai perceber qual a maneira correta de proceder ao ouvir você chamando o nome dele.

Veja também: 5 coisas importantes que você precisa ensinar ao seu cão nos primeiros dias