Como sei se meu cão está com dor de dente?

Manchas de sangue em brinquedos, mau hálito e gengivas muito vermelhas podem ser indícios de problemas dentários em cães


Assim como os seres humanos, os animais também sentem dor de dente. Porém, os cães evoluíram para esconder as dores crônicas e têm um instinto de não demonstrar fraquezas. Choramingar e ficar triste por causa de um dente não fazem o perfil dos cães, por essa razão, é preciso, mais do que nunca, muita atenção por parte do dono.

Observar a boca do cão é a única forma convencional de saber como está a saúde odontológica do pet, tendo em vista que os animais não costumam demonstrar sintomas através dos seus comportamentos. De acordo com alguns especialistas, cachorros tendem a ter cinco vezes mais chances de desenvolver problemas dentários que os humanos por diversos motivos.

A saúde bucal do pet

Os seres humanos frequentam o dentista periodicamente, escovam os dentes e ainda têm a opção de passar fio dental e usar o enxaguante bucal. Toda essa limpeza deveria ser feita após as refeições e mesmo assim existem muitos problemas dentários entre os homens. Já os cães possuem uma boca mais alcalina, e isso significa dizer que eles têm mais disposição à desenvolver placas. Outro fator que aumenta esse índice é o que se refere a não escovação diária dos dentes do peludo.

Como sei se meu cão está com dor de dente?

Foto: Pixabay

Todos esses pormenores implicam na saúde bucal canina, formando placas dentárias que são compostas de saliva, restos de alimentos, células mortas da mucosa da boca, bactérias orais e seus subprodutos. Quando não há a limpeza diária, as bactérias se multiplicam e junto com elas as células de defesa do animal, ocasionando em inflamações nas gengivas, degradação dos dentes e até mesmo a perda deles e muita, mas muita dor para o pet.

Quais os sintomas desses problemas dentários?

Como já citado, os animais não demonstram que estão com dor e se você não for um dono atento e observador, dificilmente vai perceber esse problema no cão. Quando está mais avançado, o pet pode apresentar alguns sintomas na boca, como:

  • Mau hálito;
  • Perda de dentes;
  • Manchas de sangue em brinquedos;
  • Gengivas muito vermelhas;
  • Mastigação apenas de um lado da boca;
  • Corrimento nasal e espirros cada vez mais frequentes;
  • Saliva com sangue;
  • Caroços ou inchaços de um lado da boca;
  • O cão pode se incomodar com o carinho na região da cabeça;
  • Dificuldade para pegar a comida.

Saiba como reagir a um problema dentário

A forma mais eficaz é a prevenção, isso quer dizer que você deve cuidar para manter a higiene bucal do seu peludo. Realize escovações e compre brinquedos que ajudem o pet a limpar a boca sozinho. Outra importante dica é procurar uma ração de boa qualidade, garantindo dentes fortes para o peludo.

Caso o cão já esteja com algum problema dentário, a única saída é procurar um médico especialista para atender o seu cão o mais rápido possível. Com certeza o seu animal vai está sofrendo com fortes dores, ainda que ele não demonstre. E só um veterinário especializado saberá agir e receitar medicamentos ideias para a recuperação do seu amigo de quatro patas.


Reportar erro