Aftas no cachorro: como tratar?

Doenças como diabetes, problemas nos rins ou nos dentes podem ser as causas dessas lesões na boca do cachorro


Pouca gente sabe, mas os cães também podem apresentar aftas por toda a boca. E essas são ainda mais comuns em cachorros mais velhos ou que tenham alguma doença, como problemas nos rins, nos dentes ou a diabetes. Elas são extremamente dolorosas nos animais e, por isso, os deixam sem vontade de comer. Por isso, o terrível incômodo pode ser aliviado com alguns procedimentos em casa, mas o médico deverá ser consultado para que a causa subjacente do problema possa ser identificada e tratada antes que o quadro clínico do animal piore.

Como perceber as aftas no cão?

Além de não comer, os cães que sofrem com as aftas  podem ficar cabisbaixos e, por não se alimentarem como deveriam, tendem a ficar fracos e mais magros. Devido o incômodo provocado por esses ferimentos bucais, os animais acabam por salivar com mais frequência e em abundância. Podem também apresentar um comportamento incomum, como o ato de esfregar a boca com as patas.

Aftas no cachorro: como tratar?

Foto: Reprodução/ internet

Se o seu cão está apresentando algum desses sinais, certifique-se que está tudo bem com a boca do pet. Mas, é preciso cuidado, como se trata de uma área dolorida o cão pode ficar desconfiado e não deixar que você toque nessa região. Caso o tutor consiga comprovar a existência das aftas, alguns procedimentos podem ser realizados antes de levar ao veterinário, para, pelo menos, diminuir a dor e não permitir que o cão fique com fome.

Tratamento tópico

Uma forma de aliviar as dores rapidamente é usando um analgésico comum, feito a base de benzocaína. Com o auxílio de um cotonete, abra de forma gentil a boca do peludo e toque diretamente as aftas que você conseguir alcançar. O incômodo vai sumir durante um ou dois dias, tempo suficiente para que o cão consiga comer sem sentir dor e para que você possa levá-lo ao médico.

Gelo para o animal

Os cachorros sentem prazer em lamber ou saborear água gelada ou até mesmo o gelo. Além de entreter o cão, a temperatura desses elementos adormecem a boca do pet e assim diminui a dor provocada pelas aftas. Dessa forma, os animais vão poder comer normalmente e você terá um tempo para procurar um especialista de saúde canina.

Alimentos líquidos ou cremosos

É imprescindível que o cão se alimente. Caso ele relute para não colocar nada na boca, tente seduzi-lo com comidas macias ou líquidas. No mercado de produtos pet existe uma variedade rações mais pastosas. Outra dica pode ser você mesmo preparar alguma refeição que carimbe essas características e facilite a mastigação do cão.

Procure o veterinário no mesmo dia

Essas dicas são úteis para amenizar o sofrimento do cãozinho e fazê-lo comer, mas não eliminam a possibilidade de levar o animal até o médico veterinário. Não espere muito tempo para fazer isso, se possível leve-o no mesmo dia que você descobriu as feridas bucais. Ele saberá identificar a real causa para as aftas e ainda receitar o melhor medicamento para tratar desse problema.


Reportar erro