Truques para dar medicamentos para seu cão

Conseguir aplicar o remédio no cão não costuma ser uma das tarefas mais fáceis. Confira alguns truques para medicar o seu cão


Quando o nosso cãozinho fica doente, o veterinário prescreve um medicamento para que ele possa se recuperar o mais breve possível, no entanto, conseguir aplicar o remédio no animal de estimação não costuma ser uma das tarefas mais fáceis.

Os remédios possuem odores, gostos e texturas diferentes e, quando o pet não gosta do medicamento, ele fará o possível para rejeitar a aplicação ou ingestão do mesmo. Com o tempo, alguns cachorros facilitam esta tarefa, mas a maioria dá trabalho.

A boa notícia é que existem alguns truques que podem ajudar o tutor na árdua tarefa de medicar o seu bichinho de estimação.

Dicas para tutores de primeira viagem

São três os principais tipos de medicamento para cães: eles podem ser fabricados em forma de comprimido, líquido ou spray. Independente de qual o tipo do remédio, existem algumas dicas gerais que podem auxiliar os tutores de primeira viagem na hora de dar o medicamento ao cão:

  • Sempre aplique o medicamento em um ambiente tranquilo;
  • Para que o pet se acostume ao medicamento, determine que apenas uma mesma pessoa desempenhará tal tarefa;
  • Evite estressar o animal;
  • Brinque com o pet antes e depois de aplicar o medicamento;
  • Faça algumas caminhadas com o pet antes ou depois de dar o remédio.
Truques para dar medicamentos para seu cão

Foto: Reprodução/ internet

Truques para medicar o seu cão

Independente do remédio que for dar para o cãozinho, a dica é ter cuidado, sem pressa e lembrar-se de recompensá-lo depois. Confira a seguir alguns truques para medicar o seu cão:

Remédios líquidos

De maneira geral, os medicamentos líquidos para cachorros são administrados através de uma seringa sem agulha, na qual deve ser colocada a quantidade correta de medicamento e dar na boca do animal. A seringa sempre deve estar na porção lateral da boca, no espaço entre o maxilar e mandíbula.

A dose recomendada varia de acordo com o peso do animal, e o tutor deve prestar atenção nas recomendações do médico veterinário para administrar a quantidade adequada. Fique de frente para o cachorro, acalme-o e converse um pouco com ele. Com uma mão, segure por baixo da boca e, com a outra, coloque a seringa sem agulha dentro do canto da boca. Aperte o êmbolo de forma que o remédio saia aos poucos para que o cãozinho possa ir bebendo sem derramar todo o remédio.

Comprimidos e cápsulas

No momento de administrar um comprimido para o cachorro, a dica é escolher um alimento de que ele goste bastante, como um petisco mole. Divida o alimento em três pedaços: dê o primeiro pedaço do petisco puro; o segundo, com o remédio escondido; e o terceiro também deve ser oferecido puro para que o cãozinho não perceba a diferença.

Como os cachorros são bastante espertos, preste atenção durante uns 30 minutos para verificar se o animal não cuspiu o medicamento.

Remédios tópicos

Os medicamentos tópicos, como sprays e pomadas, devem ser administrados no local exato do ferimento. Caso o médico veterinário recomende, dê sempre preferência à opção de spray, já que o medicamento é absorvido mais rapidamente.

O jeito mais indicado de aplicar o spray no cachorro não é diretamente na pele e sim com a ajuda de um chumaço de algodão, espalhando na pele. Após a aplicação, o truque é distrair o seu melhor amigo canino o máximo possível, com brincadeiras ou passeios, para evitar que ele lamba todo o remédio.

Remédio no ouvido do cão

Quando o medicamento for aplicado na orelha, o cuidado deve ser redobrado. A melhor maneira para aplicação é colocar o cãozinho sobre uma mesa e, com a ajuda de mais uma pessoa, segurá-lo. Seja com o medicamento em líquido ou em gel, as orelhas do animal devem ser seguradas com firmeza, mas nunca apertando para não machucá-lo.

Após aplicar o remédio na orelha do cachorro, faça uma leve massagem na cartilagem localizada na base da orelha.


Reportar erro