Cuidados com os cães durante o inverno

Algumas raças têm tolerância maior, outras uma tolerância menor ao frio


Durante o inverno, as pessoas ficam todas mais elegantes com casacos pesados, cachecóis e diversos acessórios para se aquecer diante das baixas temperaturas. Mas você já parou para pensar que, apesar de serem peludinhos, os cães precisam de cuidados nessa época do ano também? Pois é.

O frio e os cães

Assim como nós, os pets sofrem com as baixas temperaturas. Algumas raças têm uma tolerância maior, outras uma tolerância menor. Para saber exatamente qual é o caso do seu pet, é sempre importante conversar com o médico veterinário.

Cuidados com os cães durante o inverno

Foto: Pixabay

Cuidados importantes

  • Aproveite as consultas para questionar sobre as vacinas sazonais, uma vez que nessa época do ano são mais frequentes as doenças respiratórias em cães. A gripe canina, por exemplo, apesar de poder ser contraída durante todo o ano, é mais facilmente adquirida no inverno, já que a resistência dos animais cai com o frio. A vacinação pode ajudar e muito na prevenção desses problemas.
  • Evite mandar o seu cão para o banho e tosa nessa época. No inverno há menos pulgas, mosquitos e carrapatos, e também o cãozinho já não se suja tanto, e por isso não tem porque dar banhos tão frequentemente. O banho nessa época pode ajudar a diminuir a imunidade do seu pet, fazendo com que fique susceptível a diversas doenças. O recomendado é reduzir em 50% a frequência dos banhos de seu pet. A tosa deve ser completamente evitada, uma vez que o pelo é um isolante térmico natural que vai ajudar a manter o seu cãozinho mais protegido, principalmente nessa época do ano. Se achar necessário, opte por fazer somente a tosa higiênica.
  • O gasto calórico durante o inverno, simplesmente para manter o corpo aquecido, aumenta em 30% e, por isso, a quantidade de comida oferecida ao pet também deve aumentar. Caso você não faça isso, ele vai começar a emagrecer e passar mais frio, sem energia estocada para manutenção da energia. Mas atenção: não exagere na quantidade, uma vez que o seu cãozinho pode ficar obeso se comer mais do que realmente precisa. Em caso de dúvidas, sempre procure orientação do médico veterinário.
  • Roupinhas são sim muito bem-vindas, mas devem ser confortáveis. Elas devem ser quentes e confortáveis, e não bonitinhas, e podem ajudar muito, principalmente em cães de pelo curto, porte pequeno ou para filhotes, já que a tarefa de manter-se aquecidos pode ser mais trabalhosa para eles.


Reportar erro