Cinto de Segurança para Cães

Os cintos para cães são muito importantes, pois garantem segurança e uma maior comodidade para eles e para os donos, além de serem exigidos por lei.


Da mesma forma que ocorre com os humanos, o uso do cinto de segurança para cães se torna essencial, mesmo que o passeio de carro seja curto. Como dono, deve-se sempre priorizar a segurança do seu pet e a do motorista também. Isso porque, por mais quietinho que o cachorrinho seja, qualquer situação na rua pode chamar a atenção e, em algum momento, o mesmo pode tentar pular ou latir, resultando numa desatenção do condutor que pode ser fatal.

Os acidentes de trânsito acontecem em segundos. E as causas podem ser as mais diversas. Portanto, o uso do cinto de segurança é tão importante, pois não podemos prever incidentes. Inclusive, deve-se estar atento que, segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), transportar o cachorro no colo, entre as pernas ou entre os braços é infração média, e resulta numa multa de R$ 85 e mais quatro pontos na carteira. Do mesmo modo, levar o cão solto na caçamba é corolário a uma multa de R$ 127,69 além de cinco pontos na carteira.

Tenha em mente o perigo de dirigir com o animalzinho solto no carro. Em um acidente, por exemplo, em que o carro está a 50 km/h, se houver impacto, a desaceleração ficará por volta de 25 vezes a gravidade, o que quer dizer que, se seu pet pesa 10 quilos, ele será projetado para frente com aproximadamente 250 quilos. O impacto é tão forte que pode causar óbito imediato.

Cinto de Segurança para Cães

Foto: Reprodução/ internet

O que fazer?

Segundo especialistas, para viagens longas, além do cinto específico para cães, devem-se utilizar também as caixas de transporte. Se seu bichinho for de grande porte, você pode optar por caixas em tamanho maior – no mercado, há disponível até o tamanho GG –, ou levá-los no porta-malas com uma grade de proteção. É importante estar atento a outros fatores, pois, se a viagem for longa é preciso se colocar água e ração, além dos brinquedos, para evitar que seu cachorrinho fique inquieto e acabe tirando sua atenção. Além de lembrar de parar o carro a cada duas horas garantindo que ele faça as necessidades fisiológicas e dê uma caminhada.

Qual cinto escolher?

Existem hoje as mais diversas marcas e modelos de cintos para cães, e você deve escolher levando em consideração o tamanho do seu cãozinho e o modelo do seu carro. Isso porque a maioria possui um suporte para encaixar no cinto do próprio carro. Antes de comprar, analise bem a marca e a composição, para garantir que ele funcione corretamente no momento necessário, e procure sempre aqueles que possuem tipo um coletinho, porque proporcionam mais segurança e conforto para o seu pet.


Reportar erro