Descubra os principais motivos que deixam o cão estressado

Alguns cães, variando de acordo com a raça, ambiente que vivem, forma como são criados, entre outros fatores, podem se tornar mais agressivos e irritadiços


Você certamente já se sentiu estressado, mas já parou para pensar que os cães também se sentem assim? A sensação de estresse acomete também os cães, que podem apresentar diversas reações nessas situações desconfortáveis. Alguns cães, por exemplo, variando de acordo com a raça, ambiente que vivem, forma como são criados, entre outros fatores, podem se tornar mais agressivos e irritadiços, enquanto outros acabam ficando mais agitados e outros ainda cabisbaixos, quietos e isolados. Mas o que pode causar estresse nos cães.

O que pode causar o estresse?

Existem, assim como para as pessoas, muitos motivos para os cães se estressarem e alterarem o seu comportamento. Cinco fatores, no entanto, são destaque nesse sentido, sendo as causas mais comuns de estresse entre os cães. Confira abaixo:

Fogos de artifício ou barulhos altos

Um dos grandes motivos relatados como a principal causa de estresse entre os cães, é o barulho excessivo e repentino, como os fogos de artifício. A capacidade auditiva deles é maior, e isso pode acabar causado medo, dores, inquietação e angústia.

Descubra os principais motivos que deixam o cão estressado

Foto: Reprodução/ internet

Sensação de dor

A dor pode gerar ansiedade em cães que estejam expostos a lesões ou doenças, ficando tristes, desanimados e até mesmo agressivos, em alguns casos. É importante levar o cão a um médico veterinário para analisar a causa da dor e efetuar o tratamento de forma satisfatória.

Ambiente de criação

O ambiente em que são criados também pode ser um grande gerador de ansiedade e estresse em cães. Por exemplo, quando são criados em ambientes pequenos ou pátios que têm pouca higiene, podem se tornar estressados. Para donos que vivem em apartamentos ou ambientes pequenos, o passeio é ainda mais importante.

Solidão

Quando o cão passa muito tempo sozinho, ele pode começar a se sentir depressivo e estressado, já que isso dá sensação de abandono. Isso porque são dotados de um intenso comportamento social, criando um vínculo bastante forte com seus donos.

Mudanças de rotina

A vida rotineira pode não ser muito boa para você, mas os cães precisam disso. Passeios, brincadeiras ou outras atividades precisam ser diárias, e quando interrompidas, podem causar estresse com sintomas como gemidos, apatia, latidos excessivos, entre outros sintomas.

Vários são os outros fatores que podem causar o estresse, como falta de atividade física, treinamento inconsistente, falta de treinamento, e assim por diante. Por isso, antes de adotar um cãozinho, é importante ter consciência de que ele precisa de atenção, carinho, dedicação, entre muitos outros cuidados para sentir-se sempre bem e manter-se física e emocionalmente saudável.


Reportar erro