Na alimentação diária, cachorro pode comer alho?

O uso do alho na alimentação dos cachorros é bastante controverso. Saiba se o seu cão pode ou não comer este condimento


Muitos já sabem que os cães não podem comer a mesma comida que nós, no entanto, alguns tutores que optam em alimentar os seus pets com uma dieta natural, em algum momento se questionam se é possível melhorar o sabor dos alimentos com a utilização dos temperos, a exemplo do alho.

O uso do alho na alimentação dos cachorros é bastante controverso, sendo, em geral, combatido.

O alho na alimentação dos cães

No geral, as contraindicações do alho para o consumo canino são bastante conhecidas dos tutores de cães. A utilização do condimento na alimentação para cães é contraindicada pela maioria dos veterinários, pois o alho contém uma substância denominada tiossulfato, que pode causar anemia hemolítica em cães, quando consumida em excesso, além de provocar danos no fígado.

É importante ressaltar que tal substância está presente no alho em pequena quantidade e, para sofrer efeitos negativos, o cãozinho teria que consumir o condimento regularmente e em grandes porções.

Benefícios e riscos

A contraindicação do alho na alimentação para cães é amplamente difundida pelos médicos veterinários e, de acordo com alguns estudos, o consumo exagerado do condimento pode causar sérios problemas de saúde ao animal, como a destruição das células vermelhas do sangue, anemia e, em casos mais graves, falência renal por perda de hemoglobina.

Na alimentação diária, cachorro pode comer alho?

Foto: Pixabay

Apesar disso, você poderá encontrar artigos que afirmam que pequenas quantidades de alho não podem ser consideras prejudiciais, pelo contrário, o alimento pode promover benefícios em vários sistemas e órgãos dos cães.

O alho é considerado um antibiótico, antifúngico e antiviral natural, além de apresentar ação antiparasitária e tornar o cachorro menos atraente para as pulgas e outros parasitas.

O condimento pode melhorar a imunidade dos cães, aumentar a secreção do suco gástrico e ainda ajuda a reduzir o colesterol e os triglicéridos, além de conter selênio, um poderoso antioxidante.

Então o meu cão pode comer alho?

Não exatamente. Como já afirmamos, a contraindicação do alho em alimentos para cachorros é amplamente difundida pelos veterinários. Algumas fontes afirmam que o alho, em pequenas quantidades, não prejudicaria a saúde do seu cachorro, mas, se você não tiver certeza de que o alho pode ser introduzido na alimentação do seu animal de estimação, simplesmente não utilize este condimento.

Lembre-se que você nunca deve oferecer alimentos ao seu pet se você não estiver 100% seguro de que não fará mal a ele. Se você também estiver em dúvida com relação à quantidade de alho que o seu cão poderia consumir diariamente, consulte um veterinário nutricionista.


Reportar erro