,

Veterano ganha cachorrinha para ajudá-lo a superar trauma

Peter serviu a marinha por cinco anos e foi dispensado por sofrer de estresse pós-traumático. Sua mãe então lhe deu o melhor presente

A síndrome pós-traumática, ou como é mais conhecida, transtorno de estresse pós-traumático é uma disfunção psicológica que acontece após alguém presenciar algum evento muito estressante, sendo geralmente alguma catástrofe natural ou mesmo um acidente ou algo envolvendo violência.

Esse problema é muito recorrente em ex-combatentes militares. Felizmente, nos dias atuais, existem tratamentos e diversas maneiras de amenizar o transtorno.

O ex-fuzileiro naval, Peter Coukoulis, de 26 anos, que sofre desse mal há três anos, foi presenteado por sua família com algo que vai ajudar em seu tratamento: uma cadelinha.

Ele não consegue conter a emoção e chora enquanto a pequena filhote dá várias lambidas em seu rosto. Confira o registro:

“Com uma taxa de 22 veteranos se suicidando ao dia nos EUA, eu vivo constantemente preocupada,” contou Dena, mãe de Peter, ao DailyMail. “Eu simplesmente não posso deixar que meu filho entre para essa estatística, e para isso eu faço de tudo.”

Segundo Dena, Peter sempre foi muito apegado a animais tendo inclusive ligado várias vezes para falar com a antiga cadelinha da família, enquanto servia a marinha. Infelizmente, ele sofreu um episódio traumático durante uma missão no Afeganistão. Um cão do esquadrão anti-bombas e o seu guia que eram do mesmo esquadrão, foram vítimas de uma explosão.

“Ele quase não dorme, por que quando ele o faz, ele tem vários pesadelos com isso e outros momentos traumatizantes,” contou Dena.

Tendo em vista isso e o fato de cães serem muito utilizados no tratamento de patologias psicológicas, ela decidiu que uma cadelinha seria o melhor presente de natal que ela poderia dar para o seu filho.

Confira a seguir um vídeo demonstrando como um cachorro pode ajudar a tranquilizar um portador de transtorno de estresse pós-traumático:

 

Com informações de Daily Mail