Como dar um banho seguro no cachorro? Veterinária ensina

Produtos específicos para o cão evita que o pet apresente cheiros desagradáveis, pelos embaraçados e irritações na pele


O banho do cachorrinho, assim como a comida, os brinquedos e as roupinhas, precisa de uma atenção especial do tutor. Isto porque o animal possui necessidades diferentes dos humanos e, por isso, é ideal comprar produtos específicos para atender as demandas do pet. 

Quando essas especificidades não são levadas em consideração e o tutor opta por dar banho no animal com qualquer produto, o cachorrinho pode apresentar sintomas fora do comum, desencadeados por possíveis alergias.

Entre os possíveis sinais de reações alérgicas, a veterinária Bárbara Haro, do site Meu Cão Velhinho, lista alguns. “Cães alérgicos se coçam muito, podendo ficar com falhas de pelos que foram causadas pelo próprio cão ao se coçar. Eles podem ter otites (infecções de orelhas), lacrimejamento, e podem lamber e morder as próprias patas obsessivamente.”

Como dar um banho seguro no cachorro

Foto: depositphotos

Por esta razão, é necessário muita atenção na escolha dos produtos usados no banho do animal, principalmente quando se refere ao uso de cosméticos humanos. De acordo com a veterinária Aline Ramires Pedrosa, responsável pela Petbrilho, em entrevista ao Blog Mais Bichos, do site Correio Braziliense, esta prática é muito prejudicial ao cachorro pois, além das possíveis alergias, há outras reações negativas no corpo do pet.

Consequências do uso de produtos humanos em cachorro durante o banho

“Os cães e gatos possuem uma pele com constituição e pH distintos da pele humana. Portanto, os produtos de higiene específicos para os pets foram desenvolvidos para respeitar estas características, além de possuírem uma formulação equilibrada e testada, que garante a limpeza e hidratação de pele e pelo”, explica Aline.

Assim, quando o tutor compra produtos específicos para o animal ele está evitando também que o pet apresente cheiros desagradáveis, pelos embaraçados ou até mesmo irritações na pele. Além disso, o cachorro pode apresentar problemas respiratórios, devido ao perfume intenso presente nas composições de produtos humanos. Segundo Bárbara, por causa dessa característica o peludo pode desenvolver ataques de asma e mesmo choques anafiláticos.

Como dar um banho seguro no cachorro?

Portanto, a melhor forma de cuidar da saúde e da estética do animal de estimação é procurando usar apenas produtos específicos para esta espécie na hora do banho, respeitando inclusive as individualidades de cada cãozinho. “Deve-se fazer uso de produtos formulados especificamente para uso em pets, com pH diferenciado. Na hora da escolha, pode-se levar em consideração o tipo de pelagem do animal, desde a cor ao comprimento do pelo, assim como o tipo de pele – oleosa, seca, normal, sensível”, alerta a veterinária.

Ainda levando em consideração as informações da especialista da Petbrilho, o tutor precisa ficar atento as características do animal e assim comprar o produto correto mas, se for necessário, buscar ajuda do veterinário. Por exemplo, cachorro com pelo escuro tende a perder o brilho dos fios com mais facilidade, por isso precisam de um shampoo ou condicionador que garanta mais hidratação. Ao contrário dos que possuem a pele e o pelo oleosos, sendo a melhor alternativa produtos com maior poder de limpeza.


Informar erro