Mistura de alimentos pode levar o cão à morte

Misturar alimentos que requerem processos digestivos diferentes podem causar muitos problemas ao seu cãozinho e até levá-lo à morte


“Meu cachorro parece estar enjoado de comer só ração, acho que vou misturá-la com um pouco de frango…” Você já pensou nisto ou ouviu alguém falando sobre como o animal de estimação parece estar cansado de comer somente ração?

A intenção de misturar alimentos para oferecer ao cão pode ser a das melhores possíveis, no entanto, as consequências podem ser drásticas e até levar o seu animalzinho de estimação à morte.

Por que não misturar alimentos?

Primeiramente é necessário fazer uma distinção muito importante: uma coisa é oferecer ração como base da alimentação e, ocasionalmente, dar um pedaço de carne ou de legume para o cão; outra coisa é oferecer, indiscriminadamente, ração misturada a diversos alimentos.

Mistura de alimentos pode levar o cão à morte

Foto: depositphotos

Por exemplo, não há mal nenhum se você oferece até 10% do total diário da dieta do seu pet na forma de petiscos saudáveis, como carnes, frutas, legumes, vísceras, peixes e cereais. O problema está em ultrapassar o limite de 30 gramas diários de outro alimento e, assim, criar um estado crônico de desequilíbrio nutricional, pois a ração é um alimento completo e balanceado.

Se o seu cãozinho costuma se entediar por comer ração, você também pode alternar os dois diferentes tipos de alimentos. Em uma refeição, você oferece uma porção de alimento natural; em outra, apenas ração.

Por que não pode misturar os alimentos?

E por que eu não posso misturar a ração à alimentação natural, que também é muito saudável? A ração e a alimentação natural possuem composições muito diferentes e que solicitam processos digestivos diferentes.

A digestão da ração é um processo lento e, por este motivo, os cachorros não necessitam mais do que duas porções de comida diariamente, já que o processo os mantém com o estômago cheio durante um período de tempo mais prolongado. A ração passa mais tempo sendo digerida porque os grãos da sua composição precisam passar por um pouco de fermentação.

Já os alimentos naturais, aqueles provenientes dos animais ou da terra, têm uma fácil digestão, encurtando o tempo do processo.

O perigo de misturar alimentos

O perigo de misturar alimentos está justamente no fato de eles terem processos de digestão tão diferentes. Quando a ração é misturada aos alimentos naturais, nenhum dos dois poderá ser digerido com normalidade, o que causará transtornos em todo o processo digestivo, que poderão se manifestar através de vômitos, diarreias, gases, cólicas e mal-estar.

Os gases também podem levar o animal a ter uma torção gástrica, uma vez que o alimento natural fica envolvido pelo seco, impedindo a sua correta digestão. A torção gástrica é um problema que pode levar o seu cãozinho à morte em questão de algumas horas.

Sinais de torção gástrica

Os sinais mais comuns de torção gástrica são os seguintes:

  • Inquietação enquanto olha o chão ou o estômago;
  • Dor e inflamação visível no abdômen;
  • O abdômen soará como um tambor;
  • Tentativa de vômitos sem sucesso, com a possibilidade de sair apenas uma espuma branca.

Se você observar quaisquer destes sinais no seu cachorro, corra para uma clínica veterinária imediatamente.


Informar erro