Aprenda como ensinar seu cachorro a ficar comportado

Existem três formas de realizar o adestramento com o cão: dentro de casa, na hora do passeio ou mesclando as duas formas


É sempre divertido quando o tutor chega em casa, exausto do trabalho, e recebe o carinho do cachorro. Seja lambidas, abanados de rabo ou pulos de felicidade, a recepção proporcionada pelo pet  é sempre acolhedora.

Contudo, alguns peludos agem da mesma forma quando há visita em casa e, claro, tem os que gostam dessa atitude, mas também os que preferem não ter tanto contato com o animal.

Assim, a melhor forma de não deixar as visitas incomodadas com toda a excitação do cachorro é ensinando determinados comandos ao pet. Desta forma, o animal aprende a respeitar os momentos escolhidos pelo dono. Além disso, adestrar o cão à ficar quieto pode ser uma boa saída para passeios desordenados, quando o peludo não obedece o tutor.

aprenda-como-ensinar-seu-cachorro-a-ficar-comportado

Foto: depositphotos

Passo a passo: moldando o comportamento do pet

Existem três formas de realizar este adestramento com o cão. A primeira delas é enquanto o tutor passeia ao lado de seu peludo, com a guia. Além desta, o dono pode realizar o treinamento dentro de casa, sem distrações e em um ambiente tranquilo. Já a terceira opção é combinar as duas aulas, como se uma reforçasse a outra. Em todas elas é necessário que o tutor seja firme e conciso. Isso sem contar na paciência que precisa ser reforçada, uma vez que é preciso uma certa repetição de comandos e ações até que o animal entenda o que deve ser feito.

Treinamento dentro de casa

O primeiro passo é ensinar ao cãozinho o comando “senta” e, em seguida, aplicar uma outra ordem, o “fica”. Para tanto, é preciso reservar um tempo relativamente duradouro para desenvolver estas aulas, aproximadamente uma hora intercalada durante o dia. Além disso, o cãozinho tem que está em um lugar sem distrações, para focar a atenção no tutor.

Assim que o peludo estiver concentrado, o tutor deverá colocar um petisco próximo ao focinho do cachorro e quando ele mostrar interesse pela comida, o condutor levanta a mão até a altura da cabeça do pet e vai fazendo um movimento para trás. O cãozinho acabará levando a cabeça e todo o tronco também para trás e neste momento o responsável pode ajudá-lo passando a outra mão nas costas do peludo, induzindo o animal a sentar. Neste momento, é interessante já aplicar o comando “senta”.

Repita este processo até que o cachorro faça este movimento só quando ouvir a palavra “senta” e, em seguida, recompense-o. O próximo passo é ensinar o fica. Para tanto, depois que o animal estiver sentado o condutor deve falar “fica” e se afastar do pet por, pelo menos, 15 segundos. Caso o peludo não se mova, recompense-o. Esta etapa deve ser aplicada aos poucos e para evoluir é importante conseguir, gradativamente, que o cão fique o maior tempo possível parado e longe do dono.

Adestrando na rua

O passeio também pode ser um momento de aprendizagem para o pet. Para que o dono consiga êxito nesta atividade é necessário paciência e firmeza. Enquanto anda com cachorro, o condutor deve fazer diversas paradas e ao mesmo tempo emitir a palavra “fica”. Caso o cão obedeça, ele merecerá um agrado. Vale ressaltar a importância de não permitir que o animal se desloque após o comando, isso pode dificultar a aprendizagem.

Após as paradas, antes de voltar a caminhada é preciso aguardar alguns segundos. Quando voltar a andar, o tutor deve dizer “vamos”, outro comando que retira o animal do repouso. Com a prática e a repetição o pet aprenderá rapidamente.

Importante

Como os comandos são iguais, o condutor poderá mesclar as duas aulas. Além disso, vale um alerta: o animal jamais deve ser tratado com gritos ou punições. Isso porque, estas atitudes só provocam pânico no pet,  dificultando o treinamento e enfraquecendo a relação entre dono e cão.


Informar erro