ONG denuncia maus tratos a cães em zona rural da Paraíba

A denuncia foi feita através da página Proteção CG, que compartilhou um vídeo de um cão que foi baleado

Na última terça-feira (4), um vídeo que mostra um cachorro agonizando e sangrando após ser baleado em uma fazenda no distrito de Jenipapo, na Paraíba, repercutiu na internet.

Segundo a mulher que filmou o vídeo, os tiros, supostamente, haviam sido disparados por um funcionário de uma propriedade rural à mando de seu patrão. Além disso, aquele não foi o primeiro cachorro a ser morto no local.

O caso ganhou notoriedade após o vídeo ser postado na página do Facebook Proteção CG, onde obteve mais de seis mil visualizações. O vídeo pode ser forte para algumas pessoas, então não vamos colocar ele no post. Quem quiser assisti-lo basta clicar no link abaixo.

http://bit.ly/2nZXOZz

“Uma denúncia formal seja efetivada de fato. A partir da denúncia, começa toda a investigação, inclusive com perícia no local, se for denunciado antes da remoção do animal. Ele morreu? Foi removido do local? Dá pra identificar onde é se for denunciado. E se estiver em área cercada, o proprietário teria de explicar um animal morto por disparo de arma de fogo dentro de sua propriedade. Se for necropsiado e houver projétil no corpo do animal, pode ser feito confronto balístico, dependendo do calibre e tipo de município, caso aprendam alguma arma suspeita. Mas pra tudo isso, o primeiro passo é a denúncia,” dizia a descrição do vídeo na página.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista formado em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo (UniFavip-DeVry). Possui experiência prática de dois anos na área de produção de textos para web e social media (MTB/PE: 6771). Atualmente trabalha com produção de conteúdo audiovisual para plataformas digitais, sendo as principais os canais do Remédio Caseiro e do Clube para Cachorros, no YouTube.