Filme Quatro Vidas de um Cachorro: vídeo vazado foi manipulado, diz investigação

A suspeita de que o registro era “falso” se deu pelo intervalo de tempo do dia que foi gravado até o que foi publicado


No dia 18 de janeiro, o site de notícias e entretenimento TMZ postou um vídeo vazado por um dos funcionários do set de filmagens do filme Quatro vidas de um cachorro onde, mesmo com muito medo, um dos cães que participa do filme é forçado a entrar em uma piscina com uma forte correnteza artificial e quase se afoga. O vídeo foi gravado em novembro de 2015.

O diretor do longa metragem, Lasse Hallström, contou que não estava no set no momento das filmagens e que lhe foi prometida uma investigação à respeito do que aconteceu.

O vídeo gerou polêmica e indignação nas redes sociais, fazendo com que várias instituições contra os maus-tratos a animais realizassem uma campanha para boicotar o filme. A repercussão foi tanta que a festa de pré-estreia do longa foi cancelada.

A American Humane Society, um grupo que entre seus objetivos, visa garantir o bem-estar de animais usados em filmes, conduziu uma investigação independente a respeito do vídeo e concluiu que ele foi manipulado com o objetivo de gerar indignação ao público. A suspeita de que o registro era “falso” começou devido ao grande intervalo de 15 meses entre o dia em que o vídeo foi gravado e quando ele foi publicado.

O inquérito, que foi liderado por um especialista em maus-tratos contra animais, que não teve o nome divulgado, diz que o pastor alemão Hercules não passou por nenhum tipo de abuso ou maus tratos durante as filmagens, apesar de ter apresentado alguns sinais de estresse que poderiam ter sido percebidos por seu treinador e que o mesmo poderia ter manuseado o cão com mais gentileza.

Além disso, o relatório feito pela organização informa que o pastor alemão foi selecionado para o papel por sua afinidade com água e que a equipe do set estava seguindo todos os protocolos e possuía todo o aparato para garantir a segurança do cão.

No fim da cena (momento em que o cão afunda), Hercules foi rapidamente tirado da água e levado para uma barraca especial com aquecimento, onde ele foi examinado e apesar de diagnosticar sinais de estresse, o animal estava perfeitamente saudável. O longa metragem é uma adaptação de livro homônimo que foi escrito W. Bruce Cameron, e estreou no Brasil no dia 26 de Janeiro.

 

Com informações de American Humane


Informar erro