Cadela encontra família e é adotada após maus tratos

Pálpebras do animal estavam bastante inflamadas, o que exigiu cirurgia


Uma cadela da raça pooch, de apenas 10 semanas de idade, originalmente chamada de Lisa, chegou até a Humane Society of Silicon Valley (HSSV), na cidade de Milpitas, no estado da Califórnia, nos Estados Unidos, com o que podemos chamar de “feições estranhas”. A pequena tinha cicatrizes por todo o rosto, e suas pálpebras estavam extremamente inflamadas – o que exigiu uma cirurgia.

Segundo o diretor de mídias sociais da HSSV Finnegan Dowling, “era difícil olhar para ela” da forma como estava. Lisa foi resgatada de um abrigo local, graças a um programa chamado “Clear the Shelters”, que pode ser traduzido livremente para “Limpe os Abrigos”. Apesar de todos os abusos que ela sofreu antes de chegar à HSSV, a cachorrinha agia como qualquer outro filhote: pulava, brincava, se contorcia e abanava a cauda.

Cadela encontra família e é adotada após maus tratos

Lisa foi resgatada de um abrigo local. Fotos: Humane Society of Silicon Valley/ Via Facebook

Os voluntários logo começaram a procurar uma família em que Lisa pudesse ser feliz e ter a vida de filhote que ela sempre desejou. Foi quando Christine Doblar chegou com suas duas filhas. Elas tinham perdido recentemente dois cachorros que tinham em casa e estavam em busca de adotar outro cão.

“Ela tinha uma personalidade maravilhosa e brilhante. O fato de ela ir até cada uma de nós, tão amorosa e exuberante com cada uma que ela cumprimentou. Nós olhamos alguns outros cães, mas nada poderia se comparar com isso”, relatou Doblar.  A família deixou o lugar sem ter tomado uma decisão, mas assim que saíram, as garotas começaram a enlouquecer achando que mais alguém ia levar a cachorrinha. Por isso, no mesmo dia, elas voltaram e adotaram Lisa, e decidiram renomear a cachorrinha, que passou a se chamar Lucky, que traduzido para o português quer dizer “sortuda”.

Cadela ganhou o novo nome de Lucky

Cadela ganhou o novo nome de Lucky


Reportar erro