Lista traz dicas valiosas para antes de ter um animal em casa

Levar um cãozinho para casa é uma grande responsabilidade. Confira uma lista para saber se você está pronto para ter um animal de estimação em casa


Não raro, a imagem de um filhotinho desperta uma vontade de levá-lo para casa, não é mesmo? No entanto, muitos problemas que surgem posteriormente poderiam ter sido evitados se o tutor realizasse uma pesquisa antes de ter um animal em casa.

Antes levar o melhor amigo canino para o novo lar, é preciso saber muito bem que se trata de uma grande responsabilidade e que o animal dependerá de você para se alimentar da maneira correta, se exercitar, ser saudável e feliz.

Você está pronto para ter um cãozinho em casa?

Muitos donos se desesperam quando o filhote cresce, adquire um tamanho maior do que o esperado, começa a morder, chorar, latir sem parar e fazer as necessidades básicas nos lugares mais inadequados. Xiii, aí já é tarde, não é mesmo? Por este motivo, antes de escolher um cachorro e levá-lo para casa, dê uma olhada na lista que traz dicas valiosas para saber se você está pronto para ter um cachorrinho em casa.

Decisão comum

A decisão de ter um cachorro em casa deve ser feita em conjunto por todos os outros membros da casa. É importante verificar se ninguém da casa tem alergia aos pelos do animal.

Tempo e espaço

Lista traz dicas valiosas para antes de ter um animal em casa

Foto: Reprodução/ internet

Lembre-se que os animais de estimação são carentes e pedirão para passear e brincar com os seus donos. Eles também precisam de atenção, amor, paciência, compreensão, carinho e momentos de descontração! Por isto, se não tiver tempo para cuidar do cão, o melhor é não se comprometer.

O espaço da casa também é extremamente importante, principalmente se escolher por um cachorro que vá crescer muito.

Tamanho do cão quando adulto

Ao decidir ter um cão, lembre-se que ele vai crescer e, dependendo da raça, ele vai crescer muito e rapidamente. Se a família não estiver preparada, isto pode causar problemas.

Respeitar as características do cachorro

As características físicas do animal devem ser respeitadas. Por exemplo, o seu buldogue francês não poderá te acompanhar nas corridas matinais, pois têm o focinho curto e dificuldade para esse tipo de exercício. Outras raças como o dogue de Bordeaux, lhasa apso, buldogue inglês e shih-tzu também possuem o mesmo problema.

Cão não é brinquedo

Assim como nós, seres humanos, os cães possuem as suas necessidades e não são brinquedos! Por isto, lembre-se que a chegada de um novo membro na família trará novas e grandes responsabilidades. As despesas fixas também devem ser consideradas, pois você terá que gastar com ração de qualidade, vacinação anual, vermifugação, remédios, consultas no veterinário etc.

E, quando for viajar, alguém terá que cuidar do seu animal de estimação caso não possa levá-lo.

Adoção é uma boa opção

Você pode comprar um animal de raça, mas uma visita em canis também é uma boa opção. Nestes lugares há muitos animais esperando por uma família.


Reportar erro