Ensine ao seu cachorro o comando “rola”

O comando “rola” deve ser ensinado após o comando “morto”. Aprenda aqui como ensinar os dois ao seu dog


Qual é dono que não adora ensinar gracinhas ao seu cachorro? Os familiares mais próximos e as crianças se encantam facilmente com os truques. Neste artigo vamos dar início a um movimento básico e fácil, no entanto, é preciso ter paciência com o seu pet. Estamos falando do famoso comando “rola”.

Praticando a liderança

Além de o dono ensinar uma novidade ao seu cachorro, irá fortalecer a prática de sua liderança, sendo uma ótima oportunidade para mostrar suas habilidades como treinador de cães.

Lembre-se, é muito importante que o dono siga o cronograma à risca ao iniciar a atividade como adestrador. Mesmo que seja um passo relativamente simples, o ato de ensinar o animal a rolar no chão implica em manter uma atividade repetitiva fazendo com que o pet consiga gravar o que o dono pede.

Ensinando o comando “morto”

Antes de ensinarmos o pet a aprender o comando “rola” é preciso ensiná-lo a fingir-se de “morto”. É importante seguir essa sequência de ensinamentos para que o animal aprenda a “rolar”.

1 – Mantenha um petisco escondido na mão (pedaço de salsicha, ração saborosa ou presunto), e não deixe o pet perceber.

2 – Coloque o cão sentado, em seguida faça com que ele siga a sua mão sem petisco com o focinho em direção ao chão, enquanto você repete a palavra “morto”.

3 – Caso o cão queira se levantar, o dono deve dizer em voz alta e firme a palavra “não”. Pare por alguns segundos e inicie tudo novamente.

4 – Quando o cão estiver relaxado, espere uns dois minutos. Dê a recompensa do petisco somente quando o cachorro encostar os cotovelos no chão ou deitar completamente de lado, e ao mesmo tempo mencione a palavra “morto”.

Refaça todos os passos deste processo repetidas vezes, diariamente, por aproximadamente quinze dias.

Ensine ao seu cachorro o comando “rola”

Foto: Reprodução

Ensinando o comando “rola” ou “rolar”

Em um final de semana onde o cão não esteja muito cansado ou agitado, realize o seguinte procedimento:

1 – Peça pelo comando morto e mantenha-se de frente a ele.

2 – Estando com um petisco na mão mostre ao cachorro, deixando-o cheirar, atiçando o seu interesse, no entanto, não entregue.

3 – Com o petisco na mão induza o seu cachorro a girar seguindo o petisco com o focinho em direção ao ombro dele. Este será o lado onde cão irá aprender a rolar.

4 – Quando o cachorro estiver executando o movimento, diga a palavra “rola” em alto e bom som, de maneira firme para que o cão inicie a assimilação do comando à atitude realizada, assim, entregue o petisco logo que o animal concluir o movimento adequadamente.

5 – Caso o cão esteja com dificuldades de completar a ação, ajude-o empurrando uma das patas induzindo lentamente o animal a rolar.

6 – A atividade estará completa quando o cão rolar e se mantiver na posição deitado de lado.

7 – Pratique diariamente, várias vezes por dia os ensinamentos, por aproximadamente um mês seguido.

Aparentemente em questões de semanas o cachorro irá pegar a atividade, no entanto, é importante frisar esse exercício para que o animal não esqueça posteriormente.

Possíveis problemas com o truque de “rola”

Caso o cachorro não esteja se adequando aos movimentos, é possível que o dono não esteja sendo claro e objetivo. Talvez os gestos estejam sendo um pouco rápidos, sendo assim, é importante que o dono do animal reinicie o treinamento até um ponto em que o animal tenha acertado o movimento.

É muito importante que o dono parabenize o cão, oferecendo petiscos e que faça também os movimentos com o petisco junto ao focinho de forma bem lenta.

Resistência canina aos ensinamentos

Alguns cachorros podem ser bastante resistentes ao treinamento, por isso, é importante que o dono deixe claro ao animal que este é um momento de alegria e diversão e que sempre que ele fizer a movimentação correta será agraciado com um petisco saboroso, e do contrário, não receberá nada.

Não brigue com o animal quando ele errar os movimentos, a ideia não é deixá-lo com medo ou triste por não ser capaz de conseguir. Por isso é muito importante que o dono seja paciente com o animal.

Sempre que for reiniciar o treinamento faça muitos elogios ao cão, mantenha a voz firme, mas suave, com um tom agradável além de manter expressões faciais de sorriso e tranquilidade.

Quando é possível parar de utilizar petiscos?

Este é um dos momentos mais fortes do treinamento e possivelmente um dos mais divertidos. No entanto, é impossível prever um tempo determinado, cada cachorro tem o seu tempo. Podemos deduzir que cães que tenham passado por todas as fases do adestramento básico, consigam evoluir mais rápido.


Reportar erro