,

Vida de pug idosa muda após ela começar a usar meias

Após sua tutora trocar os carpetes por um piso de madeira, Leia mal conseguia andar já que ficava escorregando o tempo todo

Quando foi adotada, em março de 2014, a pug Leia já era uma cadelinha idosa tendo 12 anos de idade. Mas mesmo com os problemas físicos trazidos pela idade avançada, a cadelinha não deixava de ser feliz e também de aproveitar o seu novo lar. Isso até os seus tutores decidirem trocar o piso da casa.

“No outono, nós decidimos retirar todos os carpetes e instalar um piso de madeira e Leia não se adaptou bem já que estava sempre escorregando,” contou Niki Geroni-Lajoie, a tutora da Pug, ao The Dodo. “Eu fiquei preocupada que ela acabasse se machucando de alguma maneira.”

Niki então pensou em uma solução simples e prática, comprando para a pug alguns pares de meia para que ela conseguisse ter mais estabilidade no chão. A cadelinha gostou que agora tem praticamente uma coleção das peças.

“Antes, ela mal andava por medo, mas depois que começou a usar as meias ela passou a andar com muita confiança por toda a casa. Ela até mesmo me ajuda na hora que lhe ponho as meias,” contou Niki. “Ela corre para todo lado e é possível ver o quando ela está feliz.”

 

 

Com informações de The Dodo