,

Saiba se a ferida na orelha do seu cão é algo grave

Leishmaniose, sarna e picadas de moscas são algumas das causas do problema

Quem possui cães já deve ter percebido que, de vez em quando, surgem algumas feridinhas nas orelhas do animal. As vezes o machucado pode ter uma origem inofensiva, mas outras vezes pode ser sinal de algo mais grave.

Para ajudar os tutores de animais a avaliarem a gravidade dessas feridas nas orelhas dos bichinhos, o Blog Pet Care, do Pet Care Centro Veterinário, listou os tipos diferente de machucados que costumam aparecer nos cães.

Feridas nas orelhas dos cachorros

É comum, principalmente em cães da raça pastor alemão, feridas na ponta das orelhas surgirem graças às moscas. O ferimento é um tipo de crostas negra de sangue acumulado.

As feridas nas orelhas dos cães podem ter causas variadas e precisam ser investigadas

Leishmaniose, sarna e picadas de moscas são algumas das causas do problema (Foto: depositphotos)

Câncer

Caso a ferida na orelha tenha cor branca, isso pode ser carcinoma de pele, um tipo de câncer causado devido à grande exposição ao Sol. Procure a avaliação de um especialista.

Veja também: Quais são as causas das infecções de ouvido nos cachorros?

Leishmaniose

As feridas localizadas na ponta e dobras das orelhas do cães e que causam sangramento, podem ser um sinal de leishmaniose, uma doença infecto-contagiosa que também pode contagiar seres humanos. O problema é grave e precisa ser urgentemente tratado.

Sarna

Rachaduras e descamação das orelhas, com coceiras intensas, podem ser ocasionadas pela sarna. O problema também pode contaminar seres humanos e outros animais.

Veja também: Como agir e tratar em casos de machucados na orelha do cão

Tumor

Quando existem nódulos nas orelhas, melhor procurar um veterinário. Isso pode indicar algum tipo de tumor ou mico bacteriose.

Otohematoma

Quando há inchaço do pavilhão auricular, pode ser otohematoma, que é o acúmulo de sangue entre a cartilagem da orelha e a pele. É como se o cão ficasse com a “orelha gorda”, causado muitas vezes devido ao fato do animal balançar muito a cabeça.

De qualquer forma é sempre importante levar o seu pet regularmente ao veterinário e investigar de forma mais profissional qualquer tipo de anomalia que surja no animal.

Veja tambémComo limpar as orelhas do cão corretamente

Sobre o autor

Avatar
Formada em Jornalismo pela Unicap, pós-graduada em Comunicação Empresarial e Mídias Digitais pela Devry, fez intercâmbio na ETC School, em Bournemouth (UK) e tem experiência nas áreas de assessoria de comunicação, produção de vídeo e foto e redação.