Objeto entrou no olho do meu cão: o que faço?

Na maioria das vezes, os cães são criados de maneira bem livre e por isso ficam sujeitos a diversos problemas, como é o caso das irritações nos olhos provocadas pela invasão de um corpo estranho dentro do globo ocular.

Esta situação pode ocorrer durante passeios em lugares abertos, em viagens ou até mesmo em casa. Como não é possível impedir esta ocorrência, é preciso que o tutor fique atento para agir de forma imediata caso isso venha ocorrer com o pet.

Pela necessidade em saber como agir diante de um problema como esse, a autora Amy D. Shojai ensina como ajudar o animal que está passando por este problema. No livro “Primeiros Socorros para Cães e Gatos”, a escritora explora as medidas de cautela que devem ser tomadas quando esta situação ocorrer. Mas, antes de conhecê-las é importante saber como funciona o sistema de proteção dos olhos caninos.

Se algum objeto entrar no olho do pet o veterinário deve ser consultado

O tutor precisa estar atento para perceber que algo está errado (Foto: depositphotos)

Proteção natural nos olhos dos cães

Os seres humanos possuem, como proteção natural dos olhos, as sobrancelhas e os cílios. Estas duas partes do corpo impedem que agentes externos entrem no globo ocular e causem algum problema na visão do paciente. No caso dos cães, eles também possuem proteções naturais, como é o caso dos pelos.

Veja também: Infecções nos olhos dos cães: o que pode ser e como tratar?

Além da pelagem, os cachorros possuem um membrana dentro dos olhos chamadas de terceira pálpebra. Esta estrutura funciona como um para-brisa, que se move de um canto do olho para o outro. Mas, apesar de proteger bem os olhos dos cães, esta membrana também pode apresentar defeitos, deixando que impurezas entrem no globo ocular e provoquem alguma irritação.

Quais os primeiros socorros em casos de irritação ocular por corpo estranho?

Quando algum agente externo entra no olho do animal e causa irritação, o pet pode ficar desconfortável e por isso o olho começa a ficar vermelho, lacrimoso e o próprio animal pode tentar tirar o incômodo esfregando as patinhas na região.

Veja também: Cães com olhos de cores diferentes que vão roubar seu coração

Com estes sintomas é possível perceber que algo não está normal no peludo e essa é a hora de agir da melhor forma possível e evitar casos mais sérios. Para isso, é preciso seguir alguns passos, como:

  • Imobilizar o animal, evitando que ele se mexa quando o tutor ou o médico for retirar o agente inflamatório;
  • Manter as pálpebras do pet abertas é ideal para descobrir onde está o corpo estranho que está irritando o olho do animal;
  • Depois que encontrar o agente causador da inflamação é preciso entender se ele sai com a mão ou não. Caso não seja possível retirar com a mão, a dica é usar um algodão molhado em soro fisiológico formando uma ponta para retirá-lo;
  • Já se o objeto não for identificado, não há o que tentar. A melhor solução é levar para o veterinário mais próximo;
  • É importante lavar o olho do animal com soro fisiológico também, retirando os resíduos que podem estar nos olhos;
  • No final, o animal ainda pode sentir dores, que podem ser tratadas com antibióticos receitados pelo veterinário.

Veja também: Porque os cães saem com olhos verdes nas fotos?

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.