,

Infecções de pele nos cães. Qual o tratamento?

Se o corpo estiver todo afetado, é ideal que você dê um banho no pet com água fria

Existem diversos tipos de problemas de pele, alguns causados por fungos, outros por bactérias e algumas ainda por parasitas.

São doenças muito comuns em cães, por serem de fácil transmissão, por esta razão é ideal iniciar um tratamento para conseguir ter um controle da situação antes que as infecções cutâneas se espalhem pelo resto do corpo.

De acordo com Amy D. Shojai, a pele é facilmente infectada por ser a primeira linha de defesa do corpo do animal. “A pele infectada fica vermelha e coça, ou oleosa e escamosa, com ou sem coceira e perda de pelo”, explica a autora do livro “Primeiros Socorros para Cães e Gatos”. Ainda segundo a escritora, é preciso colocar em prática algumas medidas de urgência para aliviar o estado clínico do animal.

A pele infectada do cachorro fica vermelha e coça

Antes de ir ao veterinário, alivie o incômodo sentido pelo pet (Foto: depositphotos)

Primeiros socorros para problemas de pele

Independentemente do problema de pele que o animal apresenta, é necessário seguir alguns passos antes de levar o pet ao veterinário. Estes primeiros socorros prestados podem facilitar o atendimento do médico e adiantar o diagnóstico. Por isso, siga os passos a seguir:

1. Amordace o cão

Primeiramente, opte por colocar uma focinheira no animal. Mesmo que este já lhe conheça, ele pode apresentar um comportamento alterado quando você for mexer nas infecções. Por isso, é melhor prevenir um possível incidente com o cachorro.

Veja também: Quedas de cães: Saiba como agir e tratar estes acidentes

2. Corte o pelo

Depois de amordaçado, pegue uma tesoura e corte os pelos do animal que estejam próximos da infecção. Esta atitude vai facilitar a limpeza do local e deixar a área afetada mais visível. Assim, tanto você como o médico poderá ver melhor a região e as consequências deste problema.

3. Limpe a região afetada

Se o ferimento for em apenas um local, faça uma limpeza com o sabonete ou shampoo do animal nesta área. Porém, se o corpo do cachorro estiver todo afetado, é ideal que você dê um banho no pet de preferência com água fria, pois ela acalma a inflamação e facilita o processo de cura.

Veja também: 5 cuidados para prevenir a coceira em cachorros. Especialista orienta