Entenda o que é a impactação da glândula anal

Os cães possuem duas glândulas debaixo da pele localizadas na região anal desses animais, sendo uma do lado direito e a outra do lado esquerdo.

Também chamadas de bolsas, estas áreas são responsáveis por conferirem um odor específico nas fezes e no ânus do animal, através de um líquido que é expelido. Em outras palavras, cada cachorro possui um odor distinto, que serve para facilitar o reconhecimento entre eles.

De acordo com Amy D. Shojai, no livro “Primeiros Socorros para Cães e Gatos”, esta região pode apresentar problemas devido a não exclusão das substâncias. “Quando as fezes estão macias demais e, ao passarem, não exercem pressão suficiente para esvaziar as glândulas, ou se as glândulas produzem em demasia, o líquido pode tornar-se espesso e bloquear as glândulas“, explica a autora.

Impactação da glândula anal pode ocorrer pela má exclusão de substâncias pelas fezes

Esse problema é mais comum em cachorros de raças toy (Foto: depositphotos)

Então, se você já reparou o seu cachorro arrastando o traseiro no chão, saiba que este pode ser um indício de um problema chamado impactação da glândula anal.

Os animais tomam esta atitude na tentativa de desbloquear as regiões afetadas e expelir o líquido. Para entender melhor sobre este problema, acompanhe este artigo do Clube para Cachorros.

Veja também: Por que cães cheiram o traseiro uns dos outros?

Quais os sintomas provocados pela impactação da glândula anal?

Os cães que apresentam este problema, tendem a ter as glândulas inchadas e macias. Por esta razão, eles costumam lamber excessivamente a região, na tentativa de desbloquear a passagem para a substância que deveria ter sido descartada.

Além destas características, o cachorro ainda pode apresentar febre, letargia, perda de apetite, incômodo e manchas nesta região.

Cães mais sensíveis e tratamentos contra este problema

Apesar da impactação da glândula anal ser um problema que afeta todos os cães, sem distinção, é uma situação mais comum em cachorros de raças toy.

Veja também: Saiba o que pode estar acontecendo quando o cão morde o próprio rabo

Mas, independentemente de como o cachorro esteja, é ideal buscar ajuda veterinária de imediato. Quanto mais cedo o médico descobrir, mais chances o animal tem de apresentar um quadro mais simples. Isto porque, com o tempo, a impactação pode se tornar uma inflamação e surgir um abscesso que pode estourar a qualquer momento.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.