Como devo agir quando meu cachorro tiver com ferimentos na boca

Os cães podem cortar a língua, gengiva e lábios brincando com latas, ossos e galhos

Cães estão sempre em busca de diversão e tudo se torna uma novidade a ser explorada. Por estas razões, são os animais que mais se metem em problemas, principalmente com relação à boca.

De acordo com Amy D. Shojai, no livro “Primeiros Socorros para Cães e Gatos”, os cachorros estão mais sujeitos a apresentarem ferimentos na boca do que gatos, tendo em vista que eles adoram se entreter colocando coisas na boca.

Além das brincadeiras, os cães podem machucar a boca devido a atropelamentos, pancadas, acidentes ou quedas. Em situações como essas, é imprescindível levar o animal para uma clínica veterinária o mais rápido possível. Pois tratam-se de circunstâncias traumáticas, extremamente delicadas.

“O prazer de um cachorro em mascar galhos, ossos, e outros objetos não comestíveis pode resultar em farpas, perfurações e escoriações que podem ser dolorosas. Os animais também podem se queimar por lamber substâncias cáusticas ou mastigar fios elétricos. Alguns animais cortam suas línguas em brigas ou lambendo latas de comida vazias”, explica Amy.

Quando ocorrem ferimentos na boca do cachorro é preciso saber fazer os primeiros socorros

Os cães podem se cortar comendo ossos ou mastigando galhos (Foto: depositphotos)

Nesses casos, que geralmente não são graves, o pronto atendimento deve ser aplicado e, logo após, o animal deve ser levado ao médico.

Passo a passo: como socorrer um animal com a boca ferida?

Você pode perceber que o cachorro está com algum problema na boca quando ele apresentar os seguintes sintomas: muita salivação, dificuldade para comer ou até mesmo a recusa do alimento, a presença de sangue na saliva, triste ou quieto. Com este quadro clínico, busque ajudar o animal o mais rápido possível, tendo em vista que o cão deve estar sentindo muitas dores.

1. Enxágue a boca do pet

Comece lavando a boca do animal, tanto para retirar o sangue e as impurezas que podem ser encontradas na área após o trauma, como também para reconhecer de forma nítida o problema. Esta prática também contribui para facilitar a cura do ferimento.

Veja também: Causas e tratamento de um edema na língua do cão

2. Ofereça gelo ou água gelada ao animal

Gelo moído ou água bem gelada podem ajudar a minimizar as dores sentidas pelo animal, tendo em vista que eles anestesiam a boca do pet e ainda ajudam a manter a região limpa. Por isso, ofereça esses itens ao cachorrinho logo após a lavagem da boca dele.

3. Aplique um analgésico

Se você tiver em casa algum spray com propriedades analgésicas ou um comprimido com esses mesmos princípios, aplique ou dê ao animal de forma imediata. Em poucos minutos, quando o remédio começar a fazer efeito, o cachorro sentirá um grande alívio com relação as dores.

Veja também: Odontologia animal: Os cuidados que se deve ter com os dentes dos cães

4. Não alimente o cachorro

Vale ressaltar ainda que é ideal não dar comida ao cachorro enquanto ele estiver com a boca machucada. Isto porque, ele pode se ferir ainda mais ao tentar comer algo. É preferível levar o cachorro para o veterinário e só após a orientação do médico oferecer algo para o peludinho comer.

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.