Causas e tratamento de um edema na língua do cão

O problema pode ser causado por ferroadas de abelhas e formigas e reações alérgicas

Espinhos, reações alérgicas, fiapos de grama, entre tantos outros fatores podem ser o motivo de edemas na língua do seu cachorro, o que pode dificultar a respiração e fazê-lo recusar comida e bebida.

Muitas vezes quando, por exemplo, um espinho fica preso no pelo do animal é normal que ele tente tirá-lo lambendo, o que pode levar a farpa a ficar presa na língua do cão. Ou até mesmo ferroadas de abelhas e formigas e reações alérgicas a medicamentos podem ocasionar o problema.

O edema na língua pode aparentar ser algo simples, mas pode facilmente evoluir para problemas graves na saúde do animal. O livro Primeiros Socorros para Cães e Gatos, da autora Amy D. Shojai ensina formas de detectar e reduzir o trauma antes de levar o animal ao pronto socorro.

Saiba como realizar os primeiros socorros caso perceba algum edema na língua do cachorro

O problema pode ser causado por ferroadas de abelhas e formigas e reações alérgicas (Foto: depositphotos)

Como tratar um edema na língua do cão

Ofereça gelo ou água gelada

Quando você notar o inchaço na língua, ofereça água gelada para seu animal beber ou cubos de gelo para que ele lamba. Isso irá ajudar a fazer com que o edema diminua, restringindo o fluxo sanguíneo na região e ainda aliviando dores.

Mas caso o seu animal recuse a água ou o gelo, não tente forçá-lo a aceitar colocando a força na boca, pois há um sério risco de você acabar sufocando o cão.

Veja também: Formas de tratar um edema na cauda do cachorro

Veja se há um corpo estranho dentro da boca

Existe uma grande possibilidade de que seu cachorro não permita que você mexa em sua língua inflamada, podendo ser necessário que seu animal seja sedado pelo veterinário antes que o corpo estranho possa ser removido.

Mas caso o seu cachorro deixe você mexer, abra a boca dele, ilumine a língua com uma lanterna e olhe em todas as partes do órgão, inclusive embaixo.

Não remova fios, linhas barbantes, etc

Caso o animal tinha ingerido algum tipo de linha, você pode machucá-lo gravemente ao usar uma tesoura para tentar tirar o barbante. Ainda existe a possibilidade do cão ter engolido apenas uma parte da linha e dentro dele haver agulha ou um anzol. Nesse caso será necessário a remoção feita por um profissional.

Mas em casos de grama ou espinhos, você pode usar uma pinça de pontas afiadas e puxá-los, da mesma maneira que faria com uma farpa em seu dedo.

Veja também: Edema na pata do cão: como devo tratar e quais cuidados devo ter

Se o edema for causado por uma alergia

Caso o edema seja uma consequência alérgica, dê ao seu animal um anti-histamínico como à base de difenidramina e leve-o ao veterinário.