Benefícios da terapia Reiki para os animais

A palavra Reiki tem origem japonesa e não é apenas uma expressão, mas sim uma ideia. Desta forma, pode-se dizer que é uma técnica relacionada com Energia Vital Universal.

Assim, o corpo físico une-se com a energia vital e absorve a energia universal, a qual será transmitida para outros seres que estão precisando desse vigor.

Em outras palavras, Reiki é uma técnica utilizada em paralelo ao tratamento veterinário e, em alguns casos, de forma única, para recuperar animais debilitados por problemas físico, mental ou espiritual.

O Reiki foi criado para ser utilizado por humanos com o objetivo de tratar pessoas, mas como os animais também possuem corpo energético mental, a técnica também pode ser aplicada neles. Vale ressaltar que esta terapia age diretamente na causa ou problema que gera a disfunção do organismo canino, promovendo equilíbrio e restauração do pet.

Quando o Reiki pode ser utilizado em cães?

A energia universal da terapia Reiki pode ser transferida do humano para o animal

A técnica Reiki ajuda a reduzir os efeitos colaterais provocados por quimioterapias (Foto: depositphotos)

As sessões desta técnica podem ser feitas em diferentes ocasiões, mas precisam ser aplicadas por alguém que seja reikiano. Todas as pessoas podem se tornar um condutor de energia universal, mas é necessário uma preparação.

Na internet existem diversos cursos que ensinam os níveis de Reiki para veterinários ou tutores no geral. Ao aprender as técnicas, o reikiano pode tratar um animal com esta terapia com o intuito de:

  • Diminuir o estresse;
  • Aliviar ou eliminar dores e incômodos;
  • Otimizar o comportamento do animal, por exemplo diminuir o sentimento de medo, agressividade, depressão;
  • Prevenir doenças relacionadas ao sistema imunológico, endócrino e outros problemas ligados ao físico, emocional ou espiritual;
  • Acelerar o processo de cicatrização;
  • Reduzir os efeitos colaterais provocados por quimioterapias ou outras medicações.

Veja também: Descubra as formas e os benefícios das terapias com animais

Sessões de Reiki

A energia universal pode ser transferida do humano para o animal através de sopros, batidas do aplicador, pelos olhos e, principalmente, pelas mãos.

Assim, diante destes aspectos, é possível perceber que nãos é preciso encostar no animal para transmitir as vibrações necessárias para a recuperação, portanto é ideal que o reikiano saiba a melhor forma fazer a sessão.

Alguns animais podem ficar quietos durante o Reiki e até dormir em meio a sessão. Em contraposição, outros pets preferem receber as vibrações de longe e isso não pode ser considerado um problema, tendo em vista que um dos princípios desta técnica é respeitar o espaço do paciente.

Veja também: Cães com paralisia podem ser tratados com fisioterapia

Na consulta, o reikiano leva as energias para o animal através do posicionamento das mãos nas regiões dos chakras, os quais estão ligados a partes físicas do corpo. São eles:

  • Básico: Localizado no início do rabo do animal, este chakra está relacionado com as glândulas supra-renais. Por esta razão, atua em benefício dos rins, ossos, dentes, coluna, músculos etc;
  • Umbilical: Está na barriga do pet próximo ao órgãos genitais, por isso atua nas glândulas sexuais, no sistema reprodutor, bexiga, quadris entre outros;
  • Plexo solar: Atua nas glândulas do pâncreas e, por esta razão, é elementar no funcionamento do estômago, fígado, sistema nervoso etc. Está localizado na parte inferior das costas do animal, um pouco mais acima do umbilical;
  • Cardíaco: Como o próprio nome já diz, este chakras está localizado onde fica o coração. Age em defesa desse órgão e de todas as funções por ele exercida, como o sistema circulatório, taxas de colesterol etc;
  • Laríngeo: Chakra presente na garganta do animal, o laríngeo atua na tireoide, garantindo maior saúde para a garganta e outros órgãos desta região;
  • Frontal: Agente na glândula pituitária, funciona no sentido de melhorar o sistema nervoso central, o ouvido, olhos etc. O frontal está localizado na testa do pet;
  • Coronário: Acima da cabeça está localizado o chakra coronário, o qual é responsável por agir no cérebro e todas as funções e disfunções que este órgão possui.

Veja também: Cinoterapia: cães para tratar crianças com problemas psicológicos

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.