, , , ,

Staffordshire Bull Terrier – Saiba tudo sobre esta raça

O staffie é um cão de porte médio, mas o corpo desse animal é surpreendentemente forte

Muito antes do staffordshire bull terrier se tornar um cão popular nos lares, movimento que vem ocorrendo gradativamente nos últimos anos, o cachorro dessa raça era utilizado com propósitos de luta. Desenvolvida no início do século XIX, no Reino Unido, a raça só foi reconhecida pelos órgãos competentes em 1935.

De acordo com a Federation Cynologique Internationale (FCI), o staffordshire compõe o grupo 3, chamado de Terriers e a seção 2, conhecida como Terriers do tipo Bull. Por esta razão, possui um grau de parentesco com o american staffordshire terrier e o american pit bull terrier.

Também chamado de staffie pelos ingleses, este cão é um animal com uma estrutura média e forte. Além disso, é um cachorro muito apropriado para dividir a vida familiar, pois são leais e protetores. Mas, apesar de brincalhão, é um cachorro com fortes tendências à independência, por isso é necessário treinamento desde cedo.

O staffie é um cachorro com fortes tendências à independência, por isso é necessário adestramento

O Staffordshire Bull Terrier não gosta de outros cachorros, sendo necessário adestrar (Foto: depositphotos)

Temperamento e personalidade do staffordshire bull terrier

Por ter sido criado no cruzamento de raças específicas para a luta e só depois ter sido mudado, o staffie é um cachorro com um temperamento forte e tenaz, de acordo com o escritor especializado em animais de estimação David Alderton, no livro “Cães – Como escolher o companheiro ideal para você”.

Além disso, o staffordshire bull terrier é um cão com personalidade leal. Por isso possui uma grande devoção com relação ao dono e a família. Outra questão que vale ressaltar é que este animal, geralmente, não gosta de outros cães. Esta última característica, entretanto, pode ser melhorada com a intervenção de adestramento.

Dúvidas recorrentes

1. Quanto custa um staffordshire bull terrier?

Os preços variam devido as regiões onde este animal é encontrado. Mas, geralmente, o custo para ter um cachorro desse pode ser de R$ 2 mil a R$ 4 mil. Mas, é sempre importante lembrar que a compra de cães só deve ser feita após conhecer as circunstâncias nas quais se encontram as mães dos filhotes. Infelizmente, alguns canis exploram as fêmeas e deixam os animais viverem em situação desumanas. 

2. Adapta-se em apartamento?

Especialistas recomendam lares maiores, tendo em vista que o staffie é um cão muito alegre e energético, necessitando de muito espaço para brincar.

3. É um bom companheiro para crianças?

Por ser leal e brincalhão, pode ser um ótimo amigo para as crianças. Porém, é importante que as brincadeiras sejam monitoradas por um adulto, tendo em vista que o cão é muito forte.

4. Staffordshire bull terrier late muito?

Apesar de muito empolgado, este cão não costuma fazer muito barulho.

5. Apresenta problema ao ficar sozinho em casa?

O staffie é muito leal e devoto aos tutores, por isso não se adapta bem a longos períodos em casa sozinho.

6. Tem tendência a soltar muito pelo?

A pelagem do staffie é simples e não tem tendência a cair. Mas, para evitar problemas, uma escovação diária é indicada.

Comportamento do staffordshire bull terrier

Alegria e inteligência são características fortes do comportamento do staffie. Trata-se de um cachorro energético, gostando muito de correr, brincar e se divertir ao lado do dono. Apesar disso, também precisa de momentos solitários, principalmente na hora do passeio.

“Na maior parte do tempo, é cordial, afetuoso e brincalhão, o membro da família mais leal e dedicado”, é o que diz o veterinário Bruce Fogle, no livro “Cães”. Mas ainda segundo o PhD em veterinária, este cão apresenta um comportamento de dupla versão. Pois enquanto ele é um bom companheiro para os tutores, para os cães pode ser um opositor.

Características físicas

Staffordshire Bull Terrier, altura, peso e pelagem

Cuidados específicos

David Alderton recomenda a castração assim que possível, em ambos os sexos. Nos machos, o ato de castrar tende a reduzir o comportamento agressivo. Por outro lado, é preciso ter cuidado com a alimentação, uma vez que eles tendem à obesidade principalmente após a castração.

É importante ressaltar que esses animais apresentam algumas doenças comuns na raça, como: Problemas nos olhos, principalmente catarata hereditária e distichiasis, uma doença caracterizada por uma segunda camada de cílios que arranham a superfície do olho.

Além disso, quando o clima está ensolarado o staffie pode apresentar vários problemas comuns de pele, como alergias cutâneas. Neste caso, é preciso que os tutores tenham cuidado com os horários do passeio, para evitar os raios solares de forte incidência. Já na gravidez, as cadelas podem ter problemas na hora do parto, por isso que cesariana costumam ser necessárias.

Filhotes

Quando filhote, o staffordshire bull terrier pode ser indisciplinado, por isso se faz necessário adestramento logo nos primeiros meses de vida. Além disso, quando os dentes do cachorro começam a crescer, é indicado presentear o filhote com alguns brinquedos duros, os quais eles possam morder e usar a mandíbula musculosa que possuem.

Curiosidades desta raça

O staffie é um cão de porte médio, mas o corpo desse animal é surpreendentemente forte. As patas traseiras, por exemplo, são poderosas e as dianteiras, são musculosas e bem separadas.

Outra curiosidade referente a esta raça é que ela possui parentesco com o american staffordshire terrier e o american pit bull terrier. Por esta razão, muitas vezes as pessoas acabam confundindo esses animais. Mas, as maiores diferenças entre eles são que o staffie é mais brincalhão, dedicado e leal com os tutores.

Expectativa de vida: 12 a 15 anos. Podendo variar para mais ou menos, dependendo do estilo de vida que o cachorro leva.

Origem do staffordshire bull terrier

Galeria de fotos

Quem ainda não conhece o staffordshire bull terrier pode aproveitar nossa seleção de fotos desta raça a seguir:

Foto: depositphotos

Foto: depositphotos

Foto: Pixabay

Foto: Pixabay

Foto: Pixabay

Foto: Pixabay