,

Raças de cães que não crescem muito

Raças de cães que não crescem muito são excelentes opções para o estilo de vida que as pessoas estão levando nos últimos anos. Cada vez mais com menos tempo e espaço em casa.

Para quem mora em aparamento os cães de porte pequeno são os mais indicados, pois não precisam de muito espaço e vivem bem nas áreas urbanas. Além disso, os cães em miniatura tendem a ter uma necessidade de exercícios bem modesta.

No entanto, raças de cães que não crescem muito vivem melhor em casa com crianças maiores. Isso porque, esses pets são frágeis e devem ser criados com cuidado ao manuseados.

11 raças de cães que não crescem muito

1. Chihuahua

Os cachorros que não crescem muito são ideais para se criar em apartamentos

O chihuahua pode medir de 15 a 23 centímetros (Foto: depositphotos)

Considerado a menor raça do mundo, o chihuahua pode medir de 15 a 23 centímetros. Mas dentro do corpo pequeno dessa raça há uma personalidade gigante. De uma maneira geral, é um cachorro fácil de cuidar.

Esse cão é dominante e firme, mas fica todo bobo com um passeio pelo parque. Quando está alegre pode tremer de excitação e fica contente ao receber atenção do tutor. Além disso, pode ser exigente com comida e é naturalmente barulhento.

Veja também:

Personalidade do chihuahua

2. Pequinês

O tamanho do pequinês pode chegar até 23 centímetros

Esse cachorro foi criado exatamente para ocupar pequenos lugares (Foto: depositphotos)

O tamanho do pequinês pode chegar até 23 centímetros e foi pensando exatamente para ocupar pequenos lugares. De acordo com a história dessa raça, ela teria sido desenvolvida para viver escondida nas mangas largas do vestuário das cortesãs chinesas.

Veja também: Nomes para cachorros pequenos

Por essa mesma razão, esses cachorros são excelentes companheiros, pois sempre viveram na presença dos seres humanos. Além disso, os cães do tipo pequinês são determinados, leais e confiantes. Não raramente esses pets podem apesentar um comportamento teimoso.

3. Lulu da Pomerânia (Spitz alemão anão)

O lulu da Pomerânia é o menor exemplar do grupo spitz

A altura máxima desse cão é de 28 centímetros (Foto: depositphotos)

O lulu da Pomerânia é o menor exemplar do grupo spitz. Essa versão possui como altura máxima 28 centímetros. Mas assim como o spitz alemão de tamanho normal, o anão fica atento à aproximação de estranhos.

Além dessa característica comportamental, o lulu da Pomerânia é alegre, carinhoso e adora ser o centro das atenções. Passeios também são uma de suas paixões, assim como latir e ser leal ao tutor. Trata-se de uma raça ideal para pessoas que moram sozinhas.

4. Dachshund

A altura do dachshund fica entre 20 e 23 centímetros

A marca registrada desse cão é o corpo alongado e estatura baixa (Foto: depositphotos)

No mínimo 20 centímetros, no máximo 23 centímetros. Essas são as medidas possíveis para um dachshund, que pertence ao grupo de raças que não crescem muito.

Também chamado de salsicha ou linguiça, essa raça possui uma personalidade bem superior ao porte que tem. Trata-se de um cão que precisa ser dominado pelo tutor. Pode oferecer trabalho ao dono devido ao instinto independente. Mas se bem adestrado estabelece uma ligação com a pessoa que mais cuida dele.

5. Maltês

A altura máxima do maltês é 25 centímetros

Esse pet tem pouca necessidade de exercícios (Foto: depositphotos)

Um maltês pode alcançar uma altura de, no máximo, 25 centímetros. Mas geralmente possuem 20 centímetros. Além de pequeno, é bastante peludo e tem uma bela aparência. Todos esses quesitos fazem da raça uma das preferidas no mundo, dos brasileiros principalmente.

A aparência não é a única razão que leva as pessoas a se apaixonarem por essa raça. Um maltês também é muito carinhoso, delicado e adora estar na presença dos seus seres humanos preferidos. Com pouca necessidade de exercícios, esse pet estabelece uma forte relação com toda a família.

Veja também: Raças de cachorros que se modificam intensamente quando crescem

6. Yorkshire terrier

O yorkshire terrier chega a 23 centímetros

Devido ao porte pequeno, esse cãozinho é considerado um cão de companhia (Foto: depositphotos)

O yorkshire terrier de 23 centímetros mudou de função com o decorrer dos anos. Quando criado era utilizado para caçar ratos. Aos poucos passou a ser considerado um cão de companhia e hoje em dia é muito visto como cachorro de madame.

Trata-se de um animal inteligente, valente e destemido, herança da família terrier. Também gosta de explorar os diversos ambientes, mas sabe ser um excelente companheiro. Sempre alegre e atento aos ruídos da casa.

7. Lhasa apso

 A altura do lhasa apso varia entre 23 e 28 centímetros

Esse dog detesta ficar em casa sozinho (Foto: depositphotos)

Entre as raças de cães que não crescem muito está também o lhasa apso com uma altura que varia entre 23 e 28 centímetros. Ao longo da história desse animal, ele já foi usado como cão de guarda e de companhia.

De uma maneira geral, o lhasa apso é um cão calmo e muito protetor com os membros da família. Não faz o tipo atlético e nem é muito ativo, mas vai adorar passar um tempo com o tutor durante um passeio no parque. Inclusive, detesta ficar em casa sozinho.

8. Shih tzu

Entre 25 e 27 centímetros é o tamanho de um shih tzu

Essa raça pode ser reservada e desconfiada com estranhos (Foto: depositphotos)

Entre 25 e 27 centímetros é o tamanho de um shih tzu. Com esse porte, foi criado para servir exclusivamente como um cão de companhia. Ainda hoje cumpri essa função com excelência.

O cachorro dessa raça tem uma personalidade amigável, brincalhona e afetuosa. Ao passear gosta de explorar, já em casa adora olhar à rua pela janela. A raça ainda procura estar na presença do tutor, mas com estranhos pode ser reservada e desconfiada.

9. Poodle

A altura do menor tipo de poodle pode variar de 25 a 28 centímetros

Essa raça é tida como um cão de colo (Foto: depositphotos)

Existem três tamanhos para o poodle e um deles pode variar de 25 a 28 centímetros. Com esse porte pequeno, a raça é tida como um cão de colo e ideal para a vida urbana.

Uma curiosidade dessa raça é que poucos cães são mais inteligentes do que o poodle. Os cães desse tipo são animados, brincalhões e são fáceis de treinar. Além disso, são animais receptivos, adaptáveis, alertas e sociáveis.

Veja também: Conheça cães pequenos ideais para criar dentro de casa

10. Pinscher miniatura

A altura do pinscher miniatura varia entre 25 a 32 centímetros

Apesar de pequeno, esse cão é corajoso e enfrenta cães maiores (Foto: depositphotos)

Dentro do porte do pinscher miniatura, que varia entre 25 a 32 centímetros, existe uma personalidade forte e audaciosa. O cão dessa raça parece não saber o tamanho que possui e pode enfrentar animais maiores.

Pode-se dizer que é um cachorro determinado, alegre e muito destemido. Além da grande personalidade, o pinscher miniatura ama fazer parte da família, aprende brincar com a bola rapidamente e tem uma natureza curiosidade muito vivaz.

11. Pug

A altura do pug varia de 25 a 33 centímetros

O pug é uma das raças que não crescem muito (Foto: depositphotos)

Para fechar a lista das raças que não crescem muito tem-se o pug. Com uma altura que varia de 25 a 33 centímetros, essa raça está se tornando cada vez mais uma das mais querida entre os brasileiros.

Os cães dessa raça são inconfundíveis, pois apresentam características físicas muito peculiares. Focinho achatado, olhos saltados e um rabinho em rosca. São animais atenciosos e muito amigáveis. 

Veja também:

Melhores raças para apartamento

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.