, , , ,

Pinscher – Saiba tudo sobre esta raça

Zwergpinscher, min pin ou simplesmente pinscher miniatura. Estas são as possíveis nomenclaturas para essa raça alemã que conquistou o mundo com o temperamento ativo e uma personalidade amorosa.

Conhecida desde o século XVI, a raça só foi reconhecida pela American Kennel Club (AKC) em 1925. O nome pinscher significa “terrier”. De certa forma, o pequeno cão assemelha-se aos terriers, devido a aparência e ao comportamento.

Temperamento e personalidade do pinscher

O pinscher é um cão de porte pequeno, mas ele parece não saber disso ou não faz questão de ter noção dessa realidade. Com sua natureza destemida, não possui medo de nada e nem de ninguém. Por isso, é até um bom cão de guarda.

É enérgico, confiante e curioso. Também é considerado um cachorro amoroso, afetuoso, audacioso e lealPorém, engana-se quem acredita que o pinscher é um animal sedentário, pois na verdade é um cãozinho repleto de energia e ativo.

Ser briguento é uma das características mais marcantes do pinsher

Esta raça é indicada para morar em apartamento (Foto: depositphotos)

Dúvidas recorrentes

1. Quanto custa um pinscher?

Dependendo da localidade e do criador, um filhote de pinscher pode custar em torno de R$ 1 mil a R$ 2 mil. Mas, é sempre importante lembrar que a compra de cães só deve ser feita após conhecer as circunstâncias nas quais se encontram as mães dos filhotes. Infelizmente, alguns canis exploram as fêmeas e deixam os animais viverem em situação desumanas. 

2. Adapta-se em apartamento?

Pequeno e adaptável. Devido a essas duas características, esta raça é indicada para morar em apartamento. No entanto, o tutor vai precisar oferecer caminhas e jogos a esse cachorro com o objetivo de gastar a energia que ele possui.

3. É um bom companheiro para crianças?

O pinscher adora estar entre os familiares, mas é mais apropriado para lares onde as crianças são maiores. Por ser um cachorro muito pequeno, crianças menores podem acabar machucando-o. Sendo assim, a convivência deve ser monitorada por um adulto.

Veja tambémConheça cães pequenos ideais para criar dentro de casa

4. Pinscher late muito?

Segundo informações da AKC, esta raça gosta de latir. Inclusive, o pischer tem fama de ser barulhento. Além de vocalizar para estranhos, ele também costuma latir para convidar o tutor para brincadeiras, para reclamar de algo etc.

5. Apresenta problema ao ficar sozinho em casa?

Por ser muito amoroso e por adorar fazer parte da família, o pinscher fica muito triste quando é deixado em casa sozinho. Por esta razão, é indicado para lares onde algumas pessoas estejam sempre em casa.

6. Tem tendência a soltar muito pelo?

Com uma pelagem curta e simples, essa raça não apresenta maiores problemas com os pelos. O derramamento de pelos mortos acontece de forma infrequente, caindo mais na época de troca.

Comportamento do pinscher

O nível de energia deste cachorro faz com que seja necessário caminhadas, brincadeiras e treinamentos. Um pinscher vai querer explorar os ambientes onde vive e frequenta. Mas também adora estar na companhia da família.

Por ter características de terrier, é um cãozinho que ama correr atrás das coisas. Sendo assim, um dos melhores divertimentos para este animal é brincar com a bola. Além disso, é confiante e pode querer enfrentar cães de grande porte.

Ser briguento é uma das características mais marcantes desse animal. Outro comportamento que o tutor deve ter em mente é com relação a destruição, pois é um cachorro que costuma não durar com brinquedos.

Veja tambémNomes para cachorros pequenos

O cachorro dessa raça é genioso, mas muito inteligente. Estes dois pontos podem entrar em conflito quando o assunto é treinamento, mas se o tutor for paciente e firme, vai conseguir adestrar perfeitamente o animal.

Características físicas

Cuidados específicos

Em geral, o pinscher é um cachorro que possui uma boa saúde. Apesar disso, assim como outros cães de raça, este animal pode apresentar algumas doenças comuns. Um exemplo disso é a luxação de ombro, que ao ser diagnosticada, provavelmente vai requerer uma cirurgia corretiva.

Outro cuidado que o tutor deve ter com relação a esse animal é a alimentação. Isto porque, o cachorro dessa raça tem tendência a engordar. Por isso, as refeições precisam ser equilibradas e os exercícios físicos não devem ser deixados de lado.

Filhotes

Os filhotes de pinscher miniatura precisam de uma atenção especial pois são frágeis. Além do porte pequeno, os cãezinhos nos primeiros meses de vida não possuem o sistema imunológico completamente desenvolvido.

Neste sentido, é importante que o cachorro receba as vacinas polivalentes recomendadas pelo veterinário. Remédios de verme também são necessários para manter um cachorro saudável. Ração de boa qualidade e água fresca são itens básicos.

Veja também: Situações que mais irritam o cachorro; veja algumas delas

Curiosidades desta raça

Muitas pessoas acreditam que o pinscher é um doberman minúsculo. Contudo, as duas raças não possuem nenhum parentesco direto.

São conhecidos como “cães fujões”. Isto porque eles adoram explorar os ambientes e podem sair em busca de diversão. Portanto, o tutor deve cuidar em deixá-lo seguro, usando para isso grades ou outros materiais.

Algumas pessoas ainda praticam a caudectomia, que significa cortar o rabo do cachorro. No entanto, essa prática além de não trazer nenhum benefício para o cachorro, é crime e tanto tutor quanto veterinário podem responder judicialmente pelo ato.

Expectativa de vida: 12 a 14 anos. Podendo variar para mais ou menos, dependendo do estilo de vida que o cachorro leva.

Origem do pinscher

Galeria de fotos

(Foto: Pixabay)

(Foto: Pixabay)

(Foto: Pixabay)

(Foto: Pixabay)

(Foto: depositphotos)

(Foto: Pixabay)

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.