, , ,

Pastor belga – Saiba tudo sobre esta raça

Criado na Bélgica, o pastor belga é um cão de difícil classificação, é o que conta o PhD em veterinária, Bruce Fogle, no livro “Cães”. Segundo o profissional, após um estudo feito pelo professor Adolphe Reul, da Escola Belga de Ciência Veterinária, em 1891, foi possível identificar quatro tipos dessa raça.

Malinois, laekenois, groenendael e tervueren são os tipos de pastores belgas. As únicas diferenças são as cores, o tamanho e tipo de pelagem. Enquanto o primeiro tipo possui um pelo curto, o segundo tem uma pelagem mais felpuda. O terceiro e quarto possuem pelos longos, mas o groenendael é todo preto e o tervueren é fulvo com pelos pretos nas pontas.

Em alguns países, todos os cães são reconhecidos como uma só raça. Já em outras nações não. Nos Estados Unidos, por exemplo, o groenendael é tipo como o pastor belga. O malinois e o teruren, para os norte-americanos, são reconhecidos separadamente. Já o laekenois não é reconhecido.

Malinois, laekenois, groenendael e tervueren são os tipos de pastores belgas

O tipo groenendael tem a pelagem farta e toda negra (Foto: depositphotos)

Temperamento e personalidade do pastor belga

Apesar de ser separado em quatro tipos, o pastor belga mantém as características de temperamento e personalidade iguais. Todos eles são cães inteligentes, ativos e obedientes. Por terem sido criados para o trabalho são observadores, prudentes e têm facilidade em desenvolver tarefas.

Além disso, são determinados e leais aos donos. Na história da raça há uma menção ao trabalho como guarda, por isso são reservados e desconfiados com estranhos. Tudo isso para manter a família protegida.

Dúvidas recorrentes

1. Quanto custa um pastor belga?

Quanto mais raro for este cachorro, mais caro ele será. Por isso, o preço desse pastor pode variar de R$ 1.500 até mesmo R$ 5 mil. Mas, é sempre importante lembrar que a compra de cães só deve ser feita após conhecer as circunstâncias nas quais se encontram as mães dos filhotes. Infelizmente, alguns canis exploram as fêmeas e deixam os animais viverem em situação desumanas. 

2. Adapta-se em apartamento?

Não é indicado viver em apartamento com um pastor belga, pois esta raça necessita de exercícios físicos e mentais. Além disso, possui um grande porte e por isso precisa de um espaço maior para ter uma boa qualidade de vida.

3. É um bom companheiro para crianças?

Como esta raça possui muita energia, não é recomendada para brincar com crianças muito pequenas. Sendo assim, as brincadeiras com bebês devem ser feitas sob a supervisão de algum adulto.

4. Pastor belga late muito?

Trata-se de um cachorro de alerta e até mesmo de guarda. Por estas razões, o pastor belga pode latir muito. No entanto, com um bom treinamento o cachorro passa a controlar melhor esta característica.

Veja tambémCelebridades caninas: conheça as raças de cães que estrelaram filmes

5. Apresenta problema ao ficar sozinho em casa?

Ainda devido as suas funções, como guarda e cão de alerta, essa raça tem mais habilidade em ficar sozinho em casa por mais tempo. Porém, é importante investir em jogos para que o animal não fique entediado em casa e tenha com que se divertir na ausência do tutor.

6. Tem tendência a soltar muito pelo?

A pelagem desse cachorro requer cuidados diários, principalmente de escovação. Isto porque o pastor belga tende a soltar muito pelo. Contudo, o tipo laekenois é o único que não possui essa característica na pelagem.

Comportamento do pastor belga

Mesmo sendo um cachorro desconfiado com estranhos, o pastor belga não apresenta um comportamento agressivo. Em casa, é um animal muito amigável e amoroso, tornando-se um excelente cão de companhia.

Apresenta um nível alto de energia e por isso necessita de exercícios diários. Estas atividades devem trabalhar o físico e o mental desse cão, facilitando até mesmo a própria aprendizagem do animal. Aliás, o adestramento do cachorro dessa raça nunca será um problema para o tutor.

Características físicas

 

Cuidados específicos

O único problema de saúde comum de pastor belga é a epilepsia. Esta doença neurológica pode surgir de forma hereditária, por isso é importante fazer check-up nos pais antes da cruza.

Contudo, além deste problema de saúde, é necessário que o tutor tenha cuidado com a pelagem deste animal. Escovação diária para retirar os pelos mortos e banhos semanais são indicados.

Veja também: As 10 raças de cachorros que adoram correr

Curiosidades desta raça

De acordo com o site da American Kennel Club (AKC), esta raça provou ser de grande utilidade para os militares. “O Cairo, um belga malinois, membro do Seal Team Six, desempenhou um papel crítico na incursão de 2011 que quebrou o terrorista mais notório do mundo, Osama Bin Laden”, informa no site.

Mas além desta função para os militares, o cão desta raça é campeão em realizar outras atividades. O cachorro pode ser um sucesso em campeonatos de obediência ou em provas de agilityOutras funções são: condutor de ovelhas, companhia e vigilante.

Expectativa de vida: 14 a 16 anos. Podendo variar para mais ou menos, dependendo do estilo de vida que o cachorro leva.

Origem do pastor belga

Galeria de fotos

Malinois (Foto: depositphotos)

Groenendael (Foto: Pixabay)

Groenendael filhote (Foto: depositphotos)

 

Laekenois (Foto: depositphotos)

Groenendael (Foto: depositphotos)

Tervueren (Foto: depositphotos)

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.