, , , ,

Lulu da Pomerânia – Saiba tudo sobre esta raça

Este pequeno cachorro possui uma personalidade forte

Lulu da Pomerânia originou-se na Alemanha através do spitz alemão, sendo esta última uma raça de porte grande. E, embora o lulu seja um cachorro pequeno, a valentia e a coragem oriundas do seu antepassado perduram até hoje no corpinho franzino desse cão.

Também chamado de spitz alemão anão, o lulu ganhou popularidade no mundo por causa da rainha Vitória, tornando-se a raça favorita da monarca. Atualmente ainda serve como um cão de companhia, mas também pode ser requisitado para outras funções, como cão de alarme.

Temperamento e personalidade do lulu da Pomerância

Com um temperamento difícil de lidar, o spitz alemão anão não é uma escolha ideal para quem nunca teve uma experiência com cães. Já um tutor experiente pode ter o lulu como um excelente companheiro. De natureza ousada e curiosa, este cão vai adorar desafios.

O Lulu da Pomerânia é um cão de companhia

O Lulu da Pomerânia também é chamado de spitz alemão anão (Foto: depositphotos)

De acordo com especialistas, este pequeno cachorro possui uma personalidade forte. Isto porque, o lulu é determinado e corajoso. Diante de outros cães ou perigos, o cãozinho esquece o tamanho que possui e quer enfrentá-los. Além disso, o spitz é muito alegre e ativo. Podendo ainda apresentar uma personalidade doce e carinhosa com os tutores.

Dúvidas recorrentes

1. Quanto custa um lulu da Pomerânia?

Um filhote de lulu da Pomerânia pode custar de R$ 3 mil até mesmo R$ 16 mil. Tornando-se um dos cachorros mais caros do mundo. Mas, é sempre importante lembrar que a compra de cães só deve ser feita após conhecer as circunstâncias nas quais se encontram as mães dos filhotes. Infelizmente, alguns canis exploram as fêmeas e deixam os animais viverem em situação desumanas. 

2. Adapta-se em apartamento?

Este cachorro é próprio para apartamento. Além de ser muito pequeno, o cachorro dessa raça é também muito adaptável a vida na cidade.

3. É um bom companheiro para crianças?

De acordo com a American Kennel Club (AKC), esta raça só deve ser criada ao lado de crianças sob a supervisão dos adultos. Isto porque, trata-se de um cão de porte pequeno que pode ser machucado com as brincadeiras da criançada.

Veja também: As raças de cães que são a melhor companhia para uma viagem

4. Lulu da Pomerânia late muito?

Ainda segundo o órgão responsável pela classificação das raças, este cachorro é considerado muito barulhento. Neste sentido, o sptiz alemão anão late muito.

5. Apresenta problema ao ficar sozinho em casa?

Criado para companhia, o cachorro dessa raça sente muita falta do tutor quando é deixado só em casa. Por isso, não é indicado deixar o animal sozinho. Caso contrário, o pet acaba ficando muito triste.

6. Tem tendência a soltar muito pelo?

A pelagem do lulu merece, e exige, cuidados especiais, tendo em vista que os pelos desse cãozinho caem com muita frequência. 

Comportamento do lulu da Pomerânia

Por ser cheio de energia e ter características de um cão de alarme, o lulu da Pomerânia pode ser considerado um cachorro muito barulhento. Em casa, adora estar sempre na presença do tutor, sendo o centro das atenções na maioria das vezes.

Um cão dessa raça também aprecia uma caminhada no parque diariamente. Este tipo de atividade auxilia não só a saúde física do peludinho, como também a socialização. Isto porque, o lulu possui uma natureza territorialista e pode acabar criando problemas com outros cães, caso não tenha passado por um processo de interação com os demais animais.

Características físicas

Cuidados específicos

O spitz alemão anão possui um corpo muito frágil e isso requer cuidados específicos, principalmente com relação as brincadeiras. “Devido à sua pequena estatura, eles podem não ser um bom ajuste para famílias com crianças muito novas”, alerta a AKC.

Este cuidado existe porque as crianças pequenas não possuem discernimento para brincar com cães do porte do lulu sem machucá-los. Por isso que a relação entre eles precisa ser supervisionada por um adulto, o qual deve se responsabilizar por educar os pequenos humanos a lidarem com animais de estimação da forma correta.

Além desse desafio, é importante que o tutor também fique atento ao animal para que ele não se machuque sozinho. Pulos de lugares altos podem provocar problemas ósseos no lulu. Segundo a AKC, a raça é propensa a apresentar problema nos joelhos das pernas traseiras chamada de luxação da patela.

Alopecia é outra doença que afeta em grande escala este cachorrinho, provocando a perda de pelo em grande escala e sem explicação aparente.

Veja também: Fotos de Lulu da Pomerânia

Filhotes

Os filhotes de lulu da Pomerânia são extremamente submissos ao adestramento de obediência. Por esta razão, o treinamento torna-se fácil e deve ser aproveitado nesta fase inicial da vida do cachorro.

Além do adestramento, o spitz alemão anão quando filhote também precisa de cuidados com relação à saúde. Como não possui um sistema imunológico completo, pode ser alvo de viroses sérias, como cinomose ou parvovirose. Neste sentido, as vacinas polivalentes devem estar em dia.

Curiosidades desta raça

De acordo com o site da AKC, o lulu da Pomerânia é o menor membro do grupo “sptiz”, uma família não oficial de cães.

Existem rumores afirmando que quando a rainha Vitória morreu, o lulu pertencente a ela, chamado Turi, estava deitado na cama do lado da monarca.

Expectativa de vida: 12 a 16 anos. Podendo variar para mais ou menos, dependendo do estilo de vida que o cachorro leva.

Origem do lulu da Pomerânia

Galeria de fotos

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.