, , ,

Labrador retriever – Saiba tudo sobre esta raça

Paciente, carinhoso, companheiro e carente. Esta raça é ideal para quem tem muito amor para dar

Quem gosta de comédias já deve ter se deparado com “Marley e Eu”, um livro do jornalista John Grogan que virou filme de mesmo nome. As obras retratam a história de como uma família foi transformada com a chegada de um cachorro ainda filhote chamado Marley, da raça labrador retriever.

Assim como mostra no filme, os labradores são cães muito “sapecas”. Com um alto nível de energia esses cachorros são a alegria e a preocupação dos donos, tudo ao mesmo tempo. Isto porque, como são muito animados podem acabar colocando a si mesmos em alguma situação perigosa.

Todas estas características fazem do labrador o cachorro mais popular no mundo, de acordo com o site da American Kennel Club (AKC). Mas, além destes pontos, é importante destacar outros aspectos comuns na raça, com relação a comportamento, saúde e outras possíveis dúvidas.

Temperamento e personalidade do labrador retriever

O cachorro dessa raça é carinhoso e adora estar rodeado da família

O labrador é um ótimo companheiro para as crianças (Foto: depositphotos)

Com um temperamento tranquilo, o labrador é um cão para toda a família. Equilibrado, trata-se de um cachorro devotado ao dono. Por esta razão, ele tem a intenção de cuidar e de agradar ao tutor. Além disso, a raça é tolerante e paciente, duas características que facilitam a relação entre este cachorro e as crianças.

Já quando o assunto é a personalidade deste cãozinho, é possível afirmar que ele é amigável, extrovertido e alegre. Cheio de vida, o labrador vai adorar passar horas ao lado do tutor, seja passeando ou brincando. É leal e carinhoso, sendo assim também é um ótimo companheiro para um fim de tarde tranquilo dentro de casa. Mas na maioria do tempo, conseguem arrancar boas gargalhadas dos tutores.

Dúvidas recorrentes

1. Quanto custa um labrador?

Os preços de um filhote de labrador variam entre R$ 1 mil a R$ 3 mil. Estas oscilações de valores dependem da localidade e do vendedor. Mas, é sempre importante lembrar que a compra de cães só deve ser feita após conhecer as circunstâncias nas quais se encontram as mães dos filhotes. Infelizmente, alguns canis exploram as fêmeas e deixam os animais viverem em situação desumanas. 

2. Adapta-se em apartamento?

Este cachorro tão querido possui uma adaptabilidade alta, adorando casas com grandes espaços abertos, mas também podendo se acomodar em aparatamentos pequenos. No entanto, caso esse animal seja levado para um apê, é necessário que o dono coloque-se a disposição para passear e brincar com o pet em lugares abertos. Diminuindo assim o nível alto de energia do cão.

3. É um bom companheiro para crianças?

O porte grande pode até levar o interessado a pensar ao contrário, mas o labrador é um ótimo companheiro para as crianças. Brincante nato, o cachorro dessa raça possui um espírito alegre e extrovertido, bem semelhante ao da criançada.

4. Labrador retriever late muito?

De acordo com a AKC, este cachorro só late em ocasiões especiais, no geral é um cão silencioso. Portanto, as vocalizações desse peludo podem surgir quando ele quer chamar a atenção do tutor ou quando está muito animado.

Veja tambémPesquisadores revelam possíveis motivos que levam labradores a engordar

5. Apresenta problema ao ficar sozinho em casa?

O cachorro dessa raça é carinhoso e adora estar rodeado da família. Neste sentido, detesta ficar sozinho por muito tempo, podendo reagir, inclusive, de forma negativa.

6. Tem tendência a soltar muito pelo?

Quem vê o pelo curto acredita que este cachorro não apresenta problemas com o derramamento de pelagem. Contudo, o labrador é uma das raças que mais soltam pelo. Para diminuir esta situação, escovações diárias podem ajudar.

Comportamento do labrador retriever

Inicialmente, o labrador era usado para recolher a caça e ajudar os pescadores com suas redes. Por ter sido criada para trabalhar junto com pessoas por gerações, essa raça já está acostumada a viver ao lado de diferentes indivíduos. Com isso, é um animal receptivo hoje em dia.

Como este cão é bem ativo, vai adorar realizar atividades físicas ao longo do dia. Em casa pode precisar de espaço para brincar, como um jardim. Se for colocado para viver em apartamento, é importante que o tutor se disponibilize para realizar brincadeiras com o animal do lado de fora.

Passeios e corridas são obrigatórias, independentemente se o labrador mora ou não em um apartamento. De preferência, o cachorro precisa de uma ou duas caminhadas por dia em lugares abertos.

Labrador gosta de aprender coisas novas, por isso é receptivo aos treinamentos. Neste sentido, o tutor deve investir em adestramento desde cedo, principalmente ao que se refere a ensinar o cachorro a não puxar a guia durante o passeio. Uma brincadeira típica que o cão dessa raça gosta é a de buscar brinquedos.

Características físicas

Cuidados específicos

Existem algumas doenças comuns que afetam a saúde de um labrador. Entre elas é importante citar as que são hereditárias, como a catarata e as displasias, que podem ser de cotovelo ou a coxofemoral. No entanto, ainda com relação as displasias, elas podem surgir devido ao exagero de exercícios.

Outro problema de saúde sério é a atrofia progressiva da retina (APR), que também pode afetar o cachorro dessa raça. Além dessas, o tutor também deve ficar atento à obesidade que pode surgir porque os labradores são fãs de comida e com a idade avançada os animais podem ficar ainda mais propícios a esse problema.

Uma das fomas de impedir que o cachorro apresente os problemas hereditários, por exemplo, é se certificando que os pais passaram por exames que revelam essas doenças. Caso sejam, eles não devem ser colocados para procriarem.

Veja também: Como devo cuidar de um cachorro da raça Labrador?

No entanto, vale ressaltar que todas essas enfermidades só podem ser diagnosticadas pelo veterinário, profissional que além de traçar o tratamento mais adequado, também acompanha a evolução do paciente.

Por fim, o tutor também deve ficar a estética desse animal. Mesmo que pelagem do labrador retriever seja curta, o dono precisa escová-la todos os dias, evitando que a camada de pelos mortos caiam sobre a casa.

Filhotes

Os filhotes de labrador retriever se sentem confortáveis ao ar livre, pois possuem espaço e elementos naturais para brincarem. Eles também são desajeitados, pois são pequenas bolinhas de pelo muito entusiasmadas e que fazem muita bagunça caso não sejam adestradas.

Além dos aspectos naturais da raça, os filhotes desta raça precisam de uma atenção especial com relação a saúde. Isto porque, os pequenos cães não possuem o sistema imunológico completo, por isso estão mais suscetíveis a contraírem viroses sérias, como a parvovirose e cinomose. Remédios para combater vermes também são altamente necessários.

Veja também: 12 labradores que vão roubar o seu coração. Confira imagens

Curiosidades desta raça

O labrador é um cão que pode atender uma grande variedade de tarefas. Além de ser um ótimo cão de companhia, essa mesma raça pode ser usada como cão-guia, cão para terapia, para encontrar pessoas perdidas em desastres naturais e também como um cão policial, auxiliando militares a encontrarem drogas ou explosivos.

Além de comer, há uma outra atividade que os labradores adoram realizar, isto é: nadar. Devido a esta preferência, o corpo desses cães foi desenvolvido propriamente para tal atividade. A pelagem é impermeável e a cauda dessa raça é semelhante a de uma lontra, facilitando ainda mais a natação. 

Outra curiosidade sobre esta raça tão popular é que ela não amadurece da mesma forma que outras. O labrador pode demorar mais tempo na juventude, alcançando a maturidade emocional até os dois ou três anos de idade.

De acordo com o PhD em medicina veterinária, Bruce Fogle, no livro “Cães”,  labrador amarelo é confiável com estranhos e é muito submisso aos treinamentos de obediência. Contudo, ele não é tão afável quanto os cães dessa mesma raça porém de cor preta.

Expectativa de vida: 10 a 12 anos. Podendo variar para mais ou menos, dependendo do estilo de vida que o cachorro leva.

Origem do labrador retriever

Galeria de fotos

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)