, , ,

Borzoi – Saiba tudo sobre esta raça

Quando foi criado o borzoi era muito popular na Rússia, principalmente para a aristocracia do país. Inicialmente, era utilizado para caçar lobos. Contudo, durante a Revolução Russa a raça passou por um período de quase dizimação. Os poucos cães que sobraram foram responsáveis pela continuidade do borzoi.

O nome da raça deriva da palavra russa “borzyi” o que significa “ágil”, enaltecendo uma das principais habilidades do borzoi. Mas, além desta, este cachorro pode apresentar outras aptidões.

Temperamento e personalidade do borzoi

De um lado, o borzoi é carinhoso, sensível e meigo. Do outro, é mais semelhante a um gato, independente e pouco exigente com o tutor. No entanto, é um cachorro de temperamento calmo e agradável. Por isso é amigável com conhecidos, mas reservado com estranhos.

Correr é uma das atividades mais prazerosas para o borzoi, tanto que seu nome significa "ágil"

O borzoi era muito popular na Rússia, principalmente para a aristocracia do país (Foto: depositphotos)

Já com relação a personalidade deste peludo, é possível dizer que o mesmo é leal com a família, refinado, elegante e muito doce. Além disso, e apesar do grande porte, o borzoi é delicado.

Dúvidas recorrentes

1. Quanto custa um borzoi?

Um filhote de borzoi pode chegar a custar R$ 4 mil. O valor vai depender do tipo de criador e do local onde ele está instalado. Mas, é sempre importante lembrar que a compra de cães só deve ser feita após conhecer as circunstâncias nas quais se encontram as mães dos filhotes. Infelizmente, alguns canis exploram as fêmeas e deixam os animais viverem em situação desumanas. 

2. Adapta-se em apartamento?

O borzoi é um cão de porte grande e cheio de energia, por isso não é indicado criá-lo em um apartamento. Um cão feliz vai ser aquele que terá espaço para brincar em casa e ainda assim vai ter a oportunidade de passear ao lado do tutor.

3. É um bom companheiro para crianças?

De acordo com a American Kennel Club (AKC), este cão é melhor com crianças mais velhas, pois eles possuem o mesmo nível de energia. Já com crianças pequenas e bebês, não é muito indicado.

Veja também: As raças menos obedientes

4. Borzoi late muito?

Ainda levando em consideração as informações do órgão norte-americano, o borzoi não costuma latir e por isso é considerado um cão silencioso na maior parte do dia.

5. Apresenta problema ao ficar sozinho em casa?

Como a personalidade deste cão assemelha-se a de um gato independente, é possível dizer que não há problema em deixá-lo sozinho em casa. Contudo é importante que o animal tenha comida e água disponíveis. Além de brinquedos que ele possa se exercitar.

6. Tem tendência a soltar muito pelo?

A pelagem do cão borzoi apresenta muito trabalho para o tutor, isto porque ele solta pelos com frequência. Outro problema é a questão do aspecto do casaco desse animal que deve ser sempre sedosa e não lanosa.

Comportamento do borzoi

Correr é uma das atividades mais prazerosas para o borzoi, neste sentido é importante que o tutor tenha um espaço grande para que o cachorro consiga descarregar toda a energia que possui. Além disso, não se dão bem com gatos, pois podem acabar perseguindo os felinos devido o instinto de caça.

Dentro de casa apresenta um comportamento pacato e quieto. Também não é uma raça boa para ser cão de guarda, não tem tendência a latir e não é agressivo. 

Veja também: Descubra as espécies de cães mais atletas

Características físicas

Cuidados específicos

De acordo com a AKC, este cão pode apresentar alguns problemas típicos em raças grandes, como osteossarcoma, mais conhecido como câncer de osso, ou problemas cardíacos. Além disso, borzoi tem tendência a ter inchaço abdominal e torção de estômago. Ainda segundo o órgão norte-americano, a raça tende a sofrer com sensibilidade a certos tipos de anestesia.

Filhotes

Os filhotes de borzoi estão suscetíveis a apresentarem doenças virais, como cinomose e parvovirose. Isto porque os animais nesta fase da vida ainda não possuem o sistema imunológico completo e por isso são alvos de diversos vírus. Para evitar que o animal enfrente estes problemas de saúde, é indicado que o tutor vacinepet a pedido do veterinário.

Outra questão que pode afetar os animais nesta fase inicial da vida é a má formação genética. Alguns borzois podem nascer sem pré-molares. Esta situação não afeta a alimentação do cachorro, mas pode ser melhorada com o auxílio de um veterinário especializado.

Veja também: Escovando o pelo: saiba a forma correta de segurar o seu cachorro nesse momento

Curiosidades desta raça

Segundo o PhD em medicina veterinária e autor do livro “Cães”, Bruce Fogle, existe uma variedade de borzois regionais na Rússia e nas Repúblicas da Ásia Central. Como exemplo disso, o especialista cita o chortaj, tasy e o taigan.

Ainda levando em consideração as informações concedidas pelo Fogle no livro de raças, o borzoi é provavelmente descendente do saluki e do greyhounds. Além disso, esses últimos teriam sido cruzados com cães pastores esguios.

Segundo a AKC, o borzoi era conhecido como wolfhound russo até 1936.

Expectativa de vida: 9 a 14 anos. Podendo variar para mais ou menos, dependendo do estilo de vida que o cachorro leva.

Origem do borzoi

Galeria de fotos

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

(Foto: depositphotos)

Sobre o autor

Avatar
Jornalista (MTB-PE: 6750), formada em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo, pela UniFavip-DeVry, escreve artigos para os mais diversos veículos. Produz um conteúdo original, é atualizada com as noções de SEO e tem versatilidade na produção dos textos.