Marley, cachorro de Luisa Mell, morre aos 14 anos

Através das redes sociais, a protetora anunciou a morte do peludo que faria 15 anos em novembro


Próximo de completar 15 anos, Marley, o labrador da protetora animal Luisa Mell, morreu nesse sábado (15). De acordo com tutora, há cinco anos Marley começou a apresentar doenças, principalmente devido à idade. Nos últimos dois anos, passou por diversas cirurgias e procedimentos para ter mais qualidade de vida. Mas, há dois meses os problemas se intensificaram. “Marley está muito debilitado, não temos mais o que fazer, só dar amor e muito carinho”, informa Luisa em um post no Instagram.

A propósito, foi através das redes sociais que a protetora animal anunciou a morte do peludo. “Ele se foi… 💔💔 Que dor.  #RIPMarley 2002/2017″, foi a mensagem utilizada para contar ao público, que sempre acompanhou a vida de Luisa e de sua família. Segundo a tutora, a veterinária que cuidava de Marley afirmou que se ele fosse gente estaria completando 108 anos no dia 23 de novembro, data de seu aniversário.

Ele se foi… 💔💔Que dor. #RIPMarley 2002/2017

A post shared by Luisa mell (@luisamell) on

Saúde de Marley

A vida de Marley, nos últimos anos, estava sendo dividida em idas ao veterinário, procedimentos cirúrgicos e outros métodos de tratamento. Além de, é claro, muito amor e carinho por parte da família de Luisa Mell e dos seguidores da protetora pelas redes sociais. Em 2015, por exemplo, o cãozinho passou por uma cirurgia devido a paralisia de laringe bilateral que o acometeu no auge de seus 13 anos.

Em abril de 2016 passou por outra cirurgia e ainda neste ano Luisa Mell apostou em um tratamento relativamente novo na medicina veterinária, o implante de ouro. Este procedimento ajuda a aliviar as dores na coluna, patas e quadril dos animais. Com todos estas alternativas, a tutora conseguiu dar mais qualidade de vida para Marley nos últimos anos de vida dele. Já em 2017, entre recaídas e recuperações, a família do labrador esteve sempre por perto dando o máximo de atenção e amor ao peludo.

Marley assistindo o nascer do sol e desejando um feliz Natal p todos!! Foto da titia linda @marzatz

A post shared by Luisa mell (@luisamell) on

“Aproveitando cada minuto que tenho o privilégio de te ter ao meu lado… tenho certeza que vc é um anjo que Deus colocou ao meu lado… vc despertou o meu melhor. Vc me transformou… meu filho, amigo e anjo. Me ensinou a aproveitar cada momento, sorriso e dar valor para o que realmente importa nesta vida”, postou Luisa em dedicatória a Marley.

Como Marley entrou na vida de Luisa Mell?

De acordo com Luisa Mell, Marley foi o seu primeiro resgate. Junto a ele, veio também sua irmã, uma labradora chamada Gisele. Segundo a protetora, ambos viviam presos em um canil e por alguns meses ela passou a visita-los com o objetivo de passear com eles. “Quando resgatei ele se chamava Mickey. Era um cachorro agitado e tão arteiro que assim que comecei a ler o livro Marley e eu comecei a chamá-lo de Marley! Sempre amoroso, leal, fiel… Esteve sempre ao meu lado deixando os momentos difíceis menos tristes e os felizes mais alegres”, conta Luisa.

Após ter sido adotado e devolvido três vezes, Marley se tornou o companheiro de Luisa, junto com Gisele. Já idosa, em 31 de agosto de 2015, a cadela deixou a família com problemas nos rins e no pâncreas. A perda foi difícil para todos, inclusive para o irmão canino de Gisele. Desde então, Luisa Mell procurou dar ainda mais carinho a Marley e foi rodeado de afeto que o cãozinho se despediu no dia 15 de julho de 2017.

 


Informar erro