Filhote leva vários tiros na cabeça mas continua lutando pela vida

Ao ser levada a uma clínica veterinária, foi descoberto que a cadela foi 'alvo' de vários tiros de armas de chumbinho

Um filhote de cachorro de rua vagando próximo a uma rodovia em Beirute, capital do Líbano, chamou a atenção de Amal Andari.

A mulher, que é voluntária em uma ONG de proteção animal, chamada Animals Lebanon, estava passando no local acompanhada de uma amiga, quando decidiu parar o carro para dar um pouco de água para o filhotinho. Quando se aproximaram perceberam que se tratava de uma cadelinha com poucos meses de vida, mas não foi só isso que elas observaram. Um grande ferimento na cabeça dela chamou a atenção das duas.

Vendo que a filhote precisava urgentemente de ajuda, as duas mulheres a colocaram no carro e foram até a clínica veterinária mais próxima, onde foi feito um raio-x para investigar o quão grave era o ferimento. O resultado do exame mostrou que a pobre filhote foi usada como “alvo” de dezenas de tiros de uma arma de chumbinho.

Fotos: Reprodução/ Animals Lebanon

Um dos projeteis de chumbinho atingiu o olho da cadelinha, que ficou cega. Além disso, ela também estava sofrendo de parvovirose canina, uma doença caracterizada principalmente por diarreia com sangue e que, se não tratada, pode levar o animal a morte.

Segundo o veterinário, Bondok, nome que a filhote ganhou, só tinha cerca de 25% de chances de vida, mas tanto a cadelinha quanto Amal, não iriam desistir assim tão fácil. Após passar quatro dias muito doente, Bondok se recuperou e atualmente vive em um lar temporário esperando o dia em que vai ganhar uma casa e um tutor definitivo.

 

Com informações de The Dodo