Cliente de sorveteria reclama de água deixada para cães e gera polêmica

A mulher ficou contrariada porque os cães de rua tinham direito a água 'grátis' enquanto os clientes precisavam pagar

No último dia 16 de janeiro (segunda-feira), a reclamação de uma cliente em uma sorveteria localizada em Vitória, capital do estado do Espírito Santo, causou revolta não só nos funcionários do local, como também a vários usuários das redes sociais após a história ser compartilhada na página do Facebook do estabelecimento.

Segundo a postagem, a mulher, que estava consumindo os produtos da sorveteria – uma das franquias da rede 40 sabores – pediu uma garrafinha de água mineral e assim que foi servida questionou se a água da garrafinha era cortesia, assim como a água que era deixada em potinhos do lado de fora para cães de rua ou de clientes. Quando a funcionária respondeu que não, pois a água servida para os cães era filtrada e não mineral, a mulher se mostrou indignada.

“Para os clientes que estão consumindo não tem cortesia, agora para os cachorros imundos da rua vocês dão, poxa, perderam uma cliente,” era o que a mulher havia dito segundo a postagem da sorveteria no Facebook.

A postagem não só gerou muita polêmica, como também reações positivas já que vários usuários parabenizaram o estabelecimento pela boa ação e até mesmo fizeram um pequeno encontro, onde vários tutores levaram os seus pets ao local.

A publicação sobre a situação ganhou tanta repercussão, que a diretoria da 40 sabores fez uma postagem em sua página oficial expressando não somente a desaprovação de atitudes contra animais, como também que irá desenvolver uma linha de sorvetes exclusiva para cães!