Após ter pata congelada, cão não aguenta a dor e arranca o membro

Cinnamon foi levado ao veterinário. E devido ao estado da sua pata, foi preciso amputar parte dela

Autoridades norte-americanas sempre fazem apelo para que as pessoas deixem os seus animais de estimação dentro de casa durante o inverno que, em grande parte do continente, costuma ser intenso e com muita neve.

Em Montgomery, no estado do Alabama, um cão chamado Cinnamon foi vítima das baixas temperaturas da estação. Ao receber uma ligação informando sobre o estado do cachorro, o investigador de crueldade contra animais Robert Bryant foi até o local e ficou chocado com o que presenciou. O pobre animal, sem aguentar a dor de ter uma de suas patas congelada, arrancou-a com os próprios dentes.

Cinnamon foi imediatamente levado ao veterinário onde, em decorrência dos ferimentos, foi necessário amputar a perna onde ficava o pé do cão.

Foto: Reprodução/ WSFA

“Faça tudo o que for necessário para tirar seus animais do frio para que não aconteçam incidentes desse tipo,” contou Bryant ao WSFA.

Felizmente, o cãozinho se recuperou rapidamente e se adaptou muito bem, conseguindo andar com suas três patas e agora espera que uma nova família o adote. Os antigos tutores do cãozinho não enfrentaram nenhum tipo de acusação ou processo por negligencia, omissão de socorro ou maus-tratos

 

Com informações de WSFA