Após sofrer lesão cerebral, mulher conta com ajuda de cão de assistência

Após sofrer um acidente há cinco anos, a vida da americana Janaye Kearns nunca mais foi a mesma. Devido à uma grande lesão sofrida na cabeça, ela desenvolveu uma doença chamada traumatismo craniocerebral que, além de deixar o paciente mais propenso a ter hemorragias cerebrais, ainda provoca desmaios, convulsões e até amnésia.

Em novembro de 2016, ela precisou ser levada às pressas para a sala de cirurgia após sofrer seu terceiro sangramento cerebral. Felizmente, Janaye ganhou uma ajuda muito especial para conseguir lidar com as dificuldades diárias: um cão de assistência chamado Colt.

“Eu me sinto abençoada em ter ele,” contou Janaye ao ABC 7. “Com ele ao meu lado fica muito mais fácil e confortável passar pela reabilitação física e demais terapias. Muito obrigada, Colt.”

?We went to the aquarium today with the amazing help of the free wheel. Anyone who has been to the Denver aquarium knows the floor is absolutely horrid for a wheelchair with the grate holes and drains and sloped ruff floor to drain water. With the free wheel today it felt so easy and I didn't even have to steer around holes that could normally launch me. Thank you @steadfast_foundation @go_freewheel #ServiceDog #TBI #TrumaticBrainInjury #ServiceDogColt #WorkingDog #ServiceDogTeam #ServiceDogWorking #AssistanceDog #ServiceDogDoNotPet #DogsOfInstagram #InvisibleDisability #Spoonie #Syncope #ChronicPain #Disabled #Migraines #PassOutSpells #TrickDog #PeripheralNeuropathy #Seizures #TonicClonicSeizures #Survivor #HeroDog #RawFedDog #DoNotDistractServiceDogs #Hypoglycemic #PhysicalTherapy #Rehab #IChooseJoy #TheLordIsMyStrength

A post shared by Service Dog Colt (@servicedogcolt) on

So your life feels like it don't make sense? And you think to yourself, 'I'm a good person' ?So why do these things keep happening? Why you gotta deal with them? You may be knocked down now But don't forget what ?He said, He said I won't give you more, more then you can take?? And I might let you bend, but I won't let you break✝️ #ServiceDog #TBI #ServiceDogLife #TrumaticBrainInjury #ServiceDogColt #WorkingDog #ServiceDogTeam #WorkingDogDoNotPet #ServiceDogWorking #AssistanceDog #ServiceDogDoNotPet #DogsOfInstagram #InvisibleDisability #Spoonie #Syncope #ChronicPain #Disabled #Migraines #PassOutSpells #PeripheralNeuropathy #TonicClonicSeizures #Survivor #DoNotDistractServiceDogs #Hypoglycemic #PhysicalTherapy #Rehab #IChooseJoy #TheLordIsMyStrength

A post shared by Service Dog Colt (@servicedogcolt) on

Como um cão de serviço, o labrador Colt foi treinado para alertar sua tutora sobre convulsões ou desmaios antes que aconteçam. Além disso, ele sempre ouve os batimentos cardíacos de Janaye para ver se está tudo bem e a ajuda nas tarefas diárias, como pegar remédios, jogar o lixo fora, abrir portas, apagar luzes, fazer compras etc.

Sabe o que é mais legal sobre o cãozinho? Mesmo tendo tantas responsabilidades, ajudando e cuidando de sua tutora, ele ainda consegue arranjar energia e tempo para ser um cachorro normal, brincando de correr e pegar objetos, além de fazer várias bobagens que alegram os dias de sua tutora.

 

Com informações de ABC7 

Sobre o autor

Avatar
Jornalista formado em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo (UniFavip-DeVry). Possui experiência prática de dois anos na área de produção de textos para web e social media (MTB/PE: 6771). Atualmente trabalha com produção de conteúdo audiovisual para plataformas digitais, sendo as principais os canais do Remédio Caseiro e do Clube para Cachorros, no YouTube.