Veneno de sapo infecta cachorro: veja o que fazer nesses casos

A curiosidade e capacidade de exploração são grandes características de cães, principalmente quando ainda são filhotes. Mas tanta bisbilhotice pode acabar sendo perigosa para à saúde do animal caso, por exemplo, ele se depare com um sapo venenoso e tente pegá-lo.

A maioria dos sapos são inofensivos, mas existem algumas espécies que podem machucar o seu cão, como os pertencentes ao gênero Bufo, como o sapo-cururu ou sapo-boi, que podem chegar a matar o cachorro.

Quando um cão entra em contato com o veneno do sapo, a substância pode afetar o sistema nervoso e coração, levando o cachorro a ter convulsões e colapsos, podendo chegar a óbito em apenas 30 minutos.

Agindo em casos de contato de pet com veneno do sapo

Se o pet tiver contato com o veneno de sapo leve imediatamente ao veterinário

A primeira coisa a se fazer é lavar a boca do cão (Foto: depositphotos)

O livro “Primeiros Socorros para Cães e Gatos”, da autora Amy D. Shojai, ensina o que os tutores devem fazer caso o cachorro entre em contato com o veneno de sapo.

Enxague a boca do animal com água

Caso você encontre seu cão mordendo um sapo, não espere nenhum tipo de reação dele e imediatamente enxague a boca do cachorro. Isso fará com que o gosto ruim do sapo saia e também reduzirá a toxicidade, caso ele seja um anfíbio venenoso.

Você pode usar uma mangueira ou chuveirinho do banheiro para injetar a água com mais pressão na boca do cachorro. Outra opção são seringas sem agulhas e borrifadores de plantas. Enxague a boca do animal por 3 a 5 minutos.

Veja tambémSaiba como tratar picadas de moscas em cães

Leve seu cachorro ao veterinário

Depois de enxaguar a boca do cão, leve-o imediatamente ao veterinário para examinar melhor se ele corre algum risco de vida.

Observe se há sinais de choque

Observe se os olhos do cão estão vidrados e a gengiva pálida, pois estes são alguns dos sintomas de um colapso. Molhe uma gaze e limpe a gengiva dele para retirar o veneno que pode está grudado. Enrole o cachorro em uma toalha para transportá-lo no carro até o veterinário.

Levante a cabeça dele

Manter a cabeça do seu cachorro elevada evitará que ele se sufoque caso vomite.

Se não houver respiração e/ou batimento cardíaco

Se seu animal entrar em colapso, você precisará manter a calma para realizar uma respiração artificial ou ressuscitação cardiopulmonar.

Para sentir a pulsação, pressione a ponta dos dedos na dobra onde a parte interna da coxa se junta com o corpo e sinta a pulsação na artéria femoral.

Veja tambémDescubra como tratar picada de abelha em cachorro

Caso você não consiga senti-la, ponha seu ouvido ou palma da mão sobre o lado esquerdo do seu animal, atrás do cotovelo e tente sentir o batimento cardíaco.

Se você não conseguir sentir os batimentos, comece as compressões no peito. Coloque uma mão na posição de concha sobre a extremidade do peito, logo atrás dos cotovelos e aperte com firmeza entre o polegar e os outros dedos, pressionando cerca de 1 cm, de 80 a 100 vezes por minuto. Faça uma respiração a cada cinco compressões.

Realizando a respiração

Para realizar a respiração, coloque luvas médicas descartáveis, depois feche sua mão em cilindro (para não entrar em contato com o veneno) e coloque a parte de baixo sobre as narinas do animal. Ponha sua boca no lado oposto daquela mão e com a outra sele os lábios dele para que não vaze ar. Dê rápidas sopradas em suas narinas, olhando para ver se o peito se mexe.

Se você não tiver em casa as luvas, você pode fazer a respiração artificial usando um pedaço de filme plástico. Antes de começar a fazer a respiração, faça um pequeno buraco no material e coloque sobre as narinas do cão. Realize uma respiração a cada cinco compressões.

Veja tambémEspinho de ouriço ou porco-espinho em cachorro: como retirar?

Sobre o autor

Avatar
Formada em Jornalismo pela Unicap, pós-graduada em Comunicação Empresarial e Mídias Digitais pela Devry, fez intercâmbio na ETC School, em Bournemouth (UK) e tem experiência nas áreas de assessoria de comunicação, produção de vídeo e foto e redação.